19:02 15 Setembro 2019
Ouvir Rádio
    Combatentes do ELN (foto de arquivo)

    Colômbia anuncia que vai começar diálogos de paz com ELN a partir do dia 8

    © AFP 2019 / ELN's Portal Voces de Colombia
    Américas
    URL curta
    0 0 0
    Nos siga no

    Depois do bem-sucedido acordo com as Farc, o presidente colombiano, Juan Manuel Santos anunciou em Davos que a negociação com o Exército de Libertação Nacional acontecerão em Quito.

    Eliécer Herlington Chamorro, alias 'Antonio García', líder del ELN
    © AP Photo / Javier Galeano
    Presente no Fórum Econômico de Davos, na Suíça, o presidente da Colômbia, Juan Manuel Santos anunciou que as negociações de paz com o Exército de Libertação Nacional (ELN) devem começar dia 8 de fevereiro no Equador.

    Delegações de ambas as partes se encontram reunidas na cidade desde a semana passada preparando um pré-acordo para destravar as conversações.

    Durante a coletiva de imprensa, o presidente disse que não pode dar detalhes sobre os pontos assegurados até o momento, mas a imprensa especula a libertação do ex-congressista Odín Horacio Sánchez Montesdeoca.

    "O que eu posso dizer é que nós chegamos a um acordo. Você vai se lembrar que nós tínhamos imposto uma série de condições como a libertação de um sequestrado, isso já foi acordado e as datas de libertação já estão prontas… há uma data específica, antes da mencionada para iniciar oficialmente os diálogos, em que Odín Sánchez tem de ser libertado. Eu confio que assim será", disse Santos em resposta a uma repórter.

    Santos agradeceu ao governo do Equador pelo apoio até o momento na negociação. Fundado em 1965, o ELN é a segunda maior guerrilha da Colômbia e responsável pelo maior número dos sequestros registrados no país atualmente.

    Mais:

    Governo da Colômbia anuncia negociações de paz com ELN
    Colômbia suspende negociações de paz com ELN
    Tags:
    Fórum Econômico de Davos, Exército de Libertação Nacional, ELN, Odín Horacio Sánchez Montesdeoca, Juan Manuel Santos, Equador, Colômbia, Suíça, Davos
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar