00:39 14 Dezembro 2017
Ouvir Rádio
    Secretário de Estado dos EUA, John Kerry

    Kerry continua na mesma: de qualquer forma, a culpa nas relações é sempre da Rússia

    © REUTERS/ Darren Ornitz
    Américas
    URL curta
    308

    O secretário de Estado norte-americano, que está saindo do cargo, John Kerry, não acredita que, nos últimos anos, as relações entre Rússia e EUA estivessem ruins, mas considera que a Rússia seja a culpada por todos os problemas que surgiram.

    Em entrevista ao canal norte-americano CNN, John Kerry disse que, em sua opinião, as relações com a Rússia durante a administração Obama não eram ruins, mas acrescentou que todas as dificuldades enfrentadas pelos dois países resultaram a partir de ações tomadas pelo [presidente russo] Vladimir Putin – Ucrânia, Crimeia, Síria.

    Ao mesmo tempo, Kerry relembrou a cooperação de Washington e Moscou em um leque de assuntos globais urgentes, como por exemplo, programa nuclear iraniano e eliminação de armas químicas na Síria.

    "Na verdade, conseguimos também descobrir o método de fazer aquilo sugerido por Donald Trump, ou seja, trabalhar com a Rússia nos assuntos onde é possível", disse o secretário de Estado.

    Outras áreas de cooperação como humanitária e proteção ambiental foram expressas por ele.

    A opinião de Kerry não coincide com a dos funcionários da administração de Obama, que acreditam que, nos últimos anos, as relações bilaterais atingiram o pior nível desde o fim da Guerra Fria. Moscou também defende tal avaliação, mas não se considera culpada.

    Mais:

    Gravações vazadas de Kerry indicam que EUA tentaram utilizar Daesh para derrubar Assad
    Kerry critica Trump por usar Twitter
    Tags:
    cooperação, administração, John Kerry, Rússia, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik