15:09 22 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    Presidente dos EUA, Barack Obama, depois de discurso na fundação do Niarchos em Atenas, em 16 de novembro de 2016, no final de sua visita oficial à Grécia

    Obama: 'Subestimei a desinformação promovida pelo hackeamento cibernético'

    © AFP 2019 / ARIS MESSINIS
    Américas
    URL curta
    10113
    Nos siga no

    Em entrevista ao canal ABC News, o presidente pediu que Trump e os republicanos considerem as informações das agências de inteligência sem "lente partidária".

    A menos de duas semanas do fim do mandato, o presidente Barack Obama reconheceu que seu governo não se preveniu como deveria aos ataques hackers e de desinformação.

    A afirmação aconteceu durante uma entrevista exclusiva concedida à ABC News exibida hoje após o relatório das agência de inteligência dos EUA que acusa a Rússia de interferência nas eleições presidenciais do ano passado.

    "Eu acho que subestimei esta nova era da informação, onde é possível que a desinformação promovida pelo hackeamento cibernético tenham impacto nas nossas sociedades abertas", afirmou.

    Ele também pediu que republicanos analisem o relatório das agências sem a "lente partidária" e que espera que Trump trabalhe sobre a questão, desconsiderando o apoio do presidente Putin.

    "Vladimir Putin não está em nossa equipe. Se chegarmos a um ponto em que as pessoas neste país sentem mais afinidade com um líder que é um adversário, então vamos ter problemas maiores do que apenas ataques hackers", completou.

    O presidente alertou para ocorrência dos mesmos ataques nas eleições de outros aliados da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan), a principal força militar opositora à Rússia. 

    Mais:

    Trump pede investigação do Congresso após NBC divulgar relatório sobre hackers russos
    Obama recebe relatório sobre suposto ataque cibernético russo
    Relatório dos EUA diz que Snowden continua em contato com serviços de inteligência russos
    Tags:
    Organização do Tratado do Atlântico Norte, ABC News, OTAN, Donald Trump, Barack Obama, Vladimir Putin, Estados Unidos, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar