09:12 23 Outubro 2021
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    0 01
    Nos siga no

    O Aeroporto Internacional de Fort Lauderdale, na Flórida, foi reaberto na manhã deste sábado, um dia depois de um homem ter iniciado um tiroteio no local, deixando cinco mortos e oito feridos.

    O único local que continua fechado é o Terminal 2, onde ocorreu o tiroteio, para que os peritos continuem trabalhando na cena do crime. Estão sendo registrados atrasos e cancelamentos de voos para a Flórida.

    A polícia identificou e prendeu o atirador Esteban Santiago, 26 anos, e disse que investiga todas as possibilidades para ação — incluindo terrorismo.

    Santiago desembarcou de um voo vindo de Alasca. A motivação da sua ação ainda é desconhecida. A imprensa informou que ele pode sofrer de problemas mentais. Segundo testemunhas, ao ser preso, o atirador afirmou que o governo controla a sua mente e o obriga a ver vídeos jijadistas.

    Esteban Santiago é veterano da guerra no Iraque, onde serviu entre abril de 2010 e fevereiro de 2011, informaram as autoridades. Ele deixou o Exército em agosto de 2016 e é um ex-membro da Guarda Nacional de Porto Rico e do Alasca, informou Agência Brasil.

    Mais:

    Pelo menos 45 pessoas ficam feridas após tiroteio no Aeroporto de Fort Lauderdale
    Imprensa divulga o nome do atirador do Aeroporto de Fort Lauderdale
    TV: Pânico continua no Aeroporto Internacional de Fort Lauderdale
    Tiroteio no Aeroporto Internacional de Fort Lauderdale-Hollywood
    Tags:
    EUA, Flórida, Fort Lauderdale, Esteban Santiago, aeroporto
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar