01:21 19 Agosto 2019
Ouvir Rádio
    Director of U.S. National Intelligence James Clapper speaks at the Council on Foreign Relations in New York March 2, 2015

    Clapper: Interferência russa nas eleições dos EUA envolveu desinformação e notícias falsas

    © REUTERS / Shannon Stapleton
    Américas
    URL curta
    32120

    O diretor expressou ainda ter plena confiança nos resultados apontados pelos relatórios que comprovariam a participação de hackers russos na invasão dos e-mails de John Podesta.

    O diretor de Inteligência Nacional dos Estados Unidos, James Clapper, disse hoje que a participação da Rússia nas eleições americanas foi além dos ataques hackers.

    Ele também expressou ter "profunda confiança" sobre as investigações que apontam para intervenções russas no pleito deste ano.

    "O hackeamento era apenas uma parte disso. Também envolveu propaganda clássica, desinformação e notícias falsas", disse Clapper.

    Segundo ele, os dirigentes das agências ficaram ainda mais convencidos de suas conclusões desde as avaliações divulgadas em outubro, pouco antes das eleições.

    Um relatório sobre uma investigação da intervenção russa foi preparado e entregue presidente dos EUA, Barack Obama, na tarde de hoje (5). Já o presidente-eleito Donald Trump deve ser informado amanhã. Uma versão pública do relatório deve ser lançada na próxima semana.

    Mais:

    Trump expressa 'ceticismo saudável' para com alegações sobre hackers russos
    CNN usa imagens de videogame para retratar hackers russos
    Mídia dos EUA: 'hackers russos' em sistema de empresa elétrica
    Inteligência dos EUA será processada por ter acusado 'hackers russos'
    Tags:
    Inteligência Nacional dos Estados Unidos, Donald Trump, James R. Clapper, Estados Unidos
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar