09:55 16 Agosto 2017
Ouvir Rádio
    Bolivarian National Guardsmen march in riot gear during a parade marking Venezuela's Independence Day in Caracas, Venezuela

    Maduro diz que Venezuela vai comprar armas da Rússia e da China

    © AP Photo/ Ramon Espinosa
    Américas
    URL curta
    38322996

    Venezuela vai comprar equipamentos militares e armamentos da Rússia e da China para equipar suas forças especiais, incluindo as responsáveis pela segurança pública, revelou à AFP o presidente venezuelano Nicolás Maduro.

    Segundo ele, dentro de pouco tempo o ministro da Defesa do país visitará Rússia e China para firmar os respectivos acordos de compra. Maduro explicou que as armas e os equipamentos em questão serão igualmente usados pelas forças de reação rápida da Venezuela.

    O líder venezuelano exige que os militares do país evitem novos tumultos e saques, como os que aconteceram durante protestos dos dias 16-18 de dezembro, provocados pela decisão do governo de retirar de circulação a cédula de 100 bolívares. Maduro acusou “especuladores colombianos” e “grupos armados” pela morte de quatro pessoas e pelos saques a centenas de lojas que tiveram lugar naquela ocasião.

    Leia também: À beira do colapso: o que espera a economia venezuelana em 2017

    Mais:

    Brasileiros retidos na Venezuela cruzam fronteira de volta ao Brasil
    Crise diplomática: Presidente argentino Macri chama governo da Venezuela de 'covarde'
    Supremo Tribunal de Justiça da Venezuela declara impeachment de Maduro 'nulo'
    Tags:
    compra, armas, Nicolás Maduro, China, Rússia, Venezuela
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik