15:43 26 Setembro 2021
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    091
    Nos siga no

    Declarações do presidente-eleito demonstraram descontentamento com os últimos dias da administração Obama na Casa Branca.

    Incomodado com declarações de Obama — que afirmou ser capaz de ganhar do presidente-eleito caso fosse o nome dele a constar na cédula de votação — Donald Trump criticou o colega no cargo através de uma série de postagens inflamadas no Twitter.

    ​"Estou fazendo meu melhor para minimizar as muitas declarações inflamatórias e empecilhos do presidente Obama. Achei que esta fosse ser uma transição serena — NÃO (é)"

    Trump ainda criticou a decisão dos Estados Unidos de se abster na votação no Conselho de Segurança que condena os assentamentos de Israel em Jerusalém. Ele escreveu que "não podemos continuar deixando que Israel seja tratado com total desdém e desrespeito. Eles costumavam ser grandes amigos dos EUA… Não mais. O começo do fim foi o terrível acordo com o Irã, e agora isso", afirmou, colocando dúvida sobre os acordos nucleares com o país de Hassan Rohani.

    Mais:

    Barack Obama intercede a favor de Trump: 'Deem-lhe tempo'
    Meio-irmão de Obama, decepcionado com Barack, vai votar em Trump
    Barack Obama: 'Vladimir Putin está enganado'
    Tags:
    Israel, Irã, Jerusalém Oriental, Estados Unidos, Barack Obama, Hassan Rohani, Donald Trump, Conselho de Segurança da ONU
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar