17:43 25 Setembro 2017
Ouvir Rádio
    Embaixador dos Estados Unidos na ONU, Samantha Power, faz um discurso durante uma reunião de emergência do Conselho de Segurança da ONU sobre a situação na Síria, Nova York, EUA, 25 de setembro de 2016

    Estados Unidos se justificam e diz que assentamentos 'ameaçam a segurança de Israel'

    © AFP 2017/ Bryan R. Smith
    Américas
    URL curta
    24144784

    A declaração foi dada pela embaixatriz dos Estados Unidos, Samantha Power.

    Depois de se abster na votação do Conselho de Segurança que mandou Israel acabar com os assentamentos na Palestina, os Estados Unidos se justificaram dizendo que a continuação de um assentamento "ameaça seriamente a segurança de Israel".

    Para a embaixatriz americana na ONU, Samantha Power, os EUA "têm enviado uma mensagem de que os assentamentos precisam parar, em particular e em público, por quase cinco décadas".

    “Não se pode simultaneamente apoiar a expansão dos assentamentos de Israel e uma solução viável de dois Estados que encerraria o conflito. É preciso fazer uma escolha entre os assentamentos e a separação”, disse Power.

    Israel

    A delegação de Israel se declarou "desapontada" com o posicionamento de Washington na votação. O país declarou esperar que o governo de Donald Trump represente uma "nova era" na relação com os Estados Unidos.

    Mais:

    Israel pede aos EUA que vetem resolução contra assentamentos na Palestina
    Militares dos EUA, Israel e Turquia tentam deixar Aleppo junto com terroristas
    Israel pede a Trump que intervenha no voto americano na ONU sobre assentamentos
    Escolha de Trump para embaixador em Israel pode virar uma bomba
    Tags:
    Conselho de Segurança da ONU, Samantha Power, Estados Unidos, Israel, Washington
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik