20:06 24 Setembro 2017
Ouvir Rádio
    Presidente dos EUA, Barack Obama, depois do discurso na base aérea de MacDill, Tampa, Florida, 6 de dezembro de 2016

    Senador russo: antes do mandato acabar, Obama quer 'bater a porta com força'

    © AFP 2017/ MANDEL NGAN
    Américas
    URL curta
    9138327

    O atual presidente norte-americano, Barack Obama, está inventando novos motivos "para bater a porta com força" por último, opinou à agência RIA Novosti o primeiro vice-presidente do Comitê Internacional do Conselho da Federação da Rússia (câmara alta do parlamento russo), Vladimir Dzhabarov, na quarta-feira (21).

    Segundo ele, isso é uma consequência da continuação das políticas antirussas, permissão para fornecimento de armas à oposição síria, proibição de perfurar poços na plataforma continental do Ártico, entre outros obstáculos.

    "A impressão que dá é que Obama não está no fim [do mandato] e sim que acabou de assumi-lo, fazendo o máximo possível para congelar mais fortemente e prejudicar o relacionamento com a Rússia", observou o senador russo.

    Dzhabarov ressaltou que a melhora nas relações bilaterais entre a Rússia e os EUA somente será possível com a chegada do novo presidente norte-americano, Donald Trump.

    Vale lembrar que, na terça-feira (20), o Departamento do Tesouro dos EUA ampliou as restrições aplicadas às empresas e pessoas físicas russas devido à situação na Ucrânia. Sete russos, oito entidades e dois petroleiros – Marshal Zhukov e Stalingrad – estão na lista de sanções.

    Mais:

    Obama define condições para uso de armas cibernéticas contra Rússia
    Obama chama a Rússia de país fraco que só vende petróleo, gás e armas
    Obama: Reagan se reviraria no túmulo se soubesse do nível de apoio ao Putin nos EUA
    Tags:
    oposição síria, senador, plataforma continental, fornecimento, sanções, Departamento do Tesouro, Donald Trump, Barack Obama, Ucrânia, Ártico, Rússia, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik