01:28 25 Setembro 2017
Ouvir Rádio
    O 45º presidente dos EUA, Donald Trump, em 31 de outubro de 2016

    Sob pressão popular, delegados votam para ratificar Trump como 45º presidente dos EUA

    © AFP 2017/ JEFF KOWALSKY
    Américas
    URL curta
    Trump, presidente: a surpresa que abalou o mundo (70)
    268930

    Os 538 delegados do Colégio Eleitoral dos EUA ratificam hoje (19) a vitória de Donald Trump nas últimas eleições presidenciais do país. Teoricamente, haveria uma chance de que o magnata republicano não fosse empossado de fato, devido a uma campanha popular para que 37 delegados de estados onde o republicano ganhou mudassem de voto.

    No sistema norte-americano, cada um dos 50 estados indica delegados para representá-lo, mas estes, tecnicamente, podem votar em quem quiserem. Assim, os delegados escolhidos pelas pessoas se comprometem a votar no candidato apoiado pelo partido, mas, na prática, nem sempre é o que acontece. Vence as eleições quem conseguir o apoio de pelo menos 270 delegados.

    Além disso, o número de delegados atribuídos a cada estado varia conforme o número de cadeiras de cada um no Congresso norte-americano, cuja distribuição não é feita de modo proporcional ao número de habitantes.

    Nas eleições realizadas em novembro, Trump conseguiu 306 delegados. Se tivesse 37 a menos, perderia. Hillary Clinton, pelo Partido Democrata, teve 232. Por isso, embora a candidata democrata tenha tido quase 3 milhões de votos populares a mais, seu rival é quem deve ocupar a Casa Branca a partir de 20 de janeiro de 2017, a não ser que surjam 37 delegados "rebeldes" na votação de hoje, o que é altamente improvável, mesmo com toda a pressão popular.

    ​A contagem dos votos será feita no dia 6 de janeiro. 

     

    Tema:
    Trump, presidente: a surpresa que abalou o mundo (70)

    Mais:

    Incidente com submersível dos EUA na China pode ser um sinal para Donald Trump
    Trump critica apoiantes de Clinton antes da votação do Colégio Eleitoral
    Hillary atribui derrota nas eleições a 'antipatia' de Putin contra ela
    Kremlin: alegada influência de Putin nas eleições dos EUA é 'besteira engraçada'
    Campanha de Hillary Clinton diz que vai participar da recontagem de votos
    Hillary Clinton não queria sair de casa após saber os resultados das eleições
    Tags:
    sistema eleitoral, delegados, vitória, eleições, votos, Colégio Eleitoral, Hillary Clinton, Donald Trump, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik