11:11 12 Dezembro 2019
Ouvir Rádio
    Militantes das FARC na Colômbia

    Comandantes das FARC são expulsos do grupo de guerrilha por 'minar a paz'

    © AP Photo / Rodrigo Abd
    Américas
    URL curta
    213
    Nos siga no

    Grupos se recusavam a cumprir ordens do acordo de paz firmado entre os guerrilheiros e o governo colombiano.

    Cinco comandantes das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (FARC) foram expulsos do grupo depois de se recusarem a aderir ao acordo de paz com o governo colombiano, informou o grupo guerrilheiro em comunicado.

    Segundo a declaração, a decisão foi motivada pela recente conduta dos comandantes, "o que contradiz nossa linha político-militar". Entre os afastados estão os guerrilheiros conhecidos como "Gentil Duarte" e "John Cuarenta". Também foram afastados Euclides Mora, Giovanny Chuspas e Julian Chollo, que "até poucos dias tinham tarefas de comando na organização".

    As Farc tinham advertido, em julho passado, aos comandantes e combatentes da Frente 1 que se declararam dissidentes que as ordens de sua chefia central são "obrigatórias para todos seus membros".

    A guerrilha declarou ainda que "um grupo de pessoas estúpidas" não podem descarrilhar as FARC de seu compromisso com a paz. Um acordo final de paz foi assinado entre o governo colombiano e as FARC no mês passado, após mais de meio século de conflito armado.

    Mais:

    Acordo de paz entre governo e FARC é aprovado pelo Senado colombiano
    Guerrilheiros das FARC começam a chegar às zonas de concentração na Colômbia
    Senadores acham que Nobel da Paz para Juan Manuel Santos ajudará em acordo com FARC
    Tags:
    Frente 1, Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia, John Cuarenta, Gentil Duarte, Julian Chollo, Giovanny Chuspas, Euclides Mora, Colômbia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar