11:00 20 Fevereiro 2018
Ouvir Rádio
    Ex-presidente do Brasil, Dilma Rousseff, durante um encontro com opresidente russo, Vladimir Putin

    Dilma Rousseff revela seus planos pós-presidenciais ao Financial Times

    © Sputnik/ Aleksei Filipov
    Américas
    URL curta
    44345

    A ex-presidente do Brasil Dilma Rousseff não planeja se candidatar para cargos eletivos apesar de estar disposta a permanecer politicamente ativa.

    "Não planejo me candidatar mais para qualquer posto eletivo, mas continuarei uma pessoa politicamente ativa", afirmou Rousseff em uma entrevista concedida ao Financial Times.

    Segundo frisa o jornal, hoje em dia Rousseff é membro do Conselho de uma grande fundação que está elaborando planos e projetos para o governo. Esta fundação está também ligada ao Partido dos Trabalhadores, ao qual Rousseff é afiliada. Para além disso, ex-líder brasileira planeja viajar para outros países.

    Sendo a primeira mulher-presidente do maior país latino-americano, Rousseff gostaria de deixar um bom legado presidencial, e não o de impeachment, para as mulheres brasileiras, diz-se no artigo.

    "Em qualquer caso, eu deixarei minha jornada da vida como um legado para as mulheres. Já que nós [as mulheres] não somos pessoas que se dão por vencidas perante as desgraças", frisou Rousseff.

    Mais:

    'Recuperando dinheiro da Petrobras, autoridades visam difamar Dilma ainda mais'
    Dilma grava vídeo em apoio às ocupações dos estudantes
    Congresso vai decidir sobre contas de Dilma rejeitadas pelo TCU
    Tags:
    impeachment, planos, entrevista, Partido dos Trabalhadores, Financial Times, Dilma Rousseff, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik