21:53 17 Julho 2018
Ouvir Rádio
    Jogadores da equipe Chapecoense posam para a foto antes do jogo contra o clube América Mineiro em Chapecó, Brasil, maio de 2016

    'É um motivo de luto para toda América Latina'

    © REUTERS / Stringer
    Américas
    URL curta
    Queda do avião com Chapecoense (73)
    123

    A morte da maioria dos jogadores da equipe Chapecoense é uma notícia trágica por um leque de razões, disse o produtor executivo do canal chileno Deportes 13, Marco Antonio Cumsille.

    "Este clube não somente está na primeira divisão do Brasil, mas também conseguiu atingir o nível da Copa Sul-Americana. Infelizmente, acidentes semelhantes já tiveram lugar na região. Em 1987, a alguns quilômetros de Lima, caiu um avião com membros da equipe peruana de futebol Alianza Lima a bordo. Morreram todos os jogadores e treinadores. Outro acidente parecido aconteceu no Chile em meados do século passado. Quanto à morte dos jogadores do clube Chapecoense, quero dizer que é um motivo de luto para toda a América Latina", disse ele à Sputnik Mundo.

    Ele afirmou que o primeiro jogo da final da Copa Sul-Americana entre o Chapecoense e o Atlético Nacional colombiano deveria ter lugar em 30 de novembro. O produtor indicou que nestas condições será muito difícil determinar o vencedor do campeonato.

    Lembrou também um caso, no fim de 2001, quando na Argentina foi destituído o governo do presidente Fernando de la Rúa e por isso se tornou impossível realizar a final da Copa Sul-Americana. O jogo foi realizado em março do ano seguinte, mas estes dois casos não são exatamente iguais, afirmou ele.

    Além disso, ele sublinhou que a companhia aérea Lamia tem uma boa reputação.

    "Não ouvi quaisquer referências negativas sobre a companhia aérea Lamia, em cujo avião voavam os jogadores do clube Chapecoense. Ela organizava frequentemente voos charter para equipes de futebol e era conhecida no mundo esportivo da América Latina", disse.

    Na opinião dele, o transporte aéreo da América Latina é bastante seguro. As condições de voo na região são boas, não há mudanças bruscas de temperatura ou nevadas. A dificuldade principal é aterrissar porque muitos aeroportos ficam nas montanhas, o que exige maestria em dirigir o avião.

    O chefe da assessoria de imprensa da Federação Colombiana de Futebol, Juan Felipe Mejía, disse que esta notícia foi um verdadeiro choque, porque pela primeira vez um pequeno clube como o Chapecoense chegou à final da Copa Sul-Americana e poderia vencer.

    "Agora as autoridades colombianas estão tratando da identificação de corpos dos jogadores. É o que é mais importante no momento, bem como a necessidade de apoiar os parentes dos falecidos", disse.

    Ele acrescentou que a realização da Copa é um detalhe técnico que pode esperar. "A única notícia feliz é que há sobreviventes", concluiu.

    Acompanhe em tempo real os acontecimentos da tragédia com a Sputnik.

    Tema:
    Queda do avião com Chapecoense (73)

    Mais:

    #ForçaChape toma conta do Twitter
    Prefeito de Chapecó viajaria com a Chape mas ficou em São Paulo e escapou da tragédia
    Ministra Cármen Lúcia presta solidariedade às famílias das vítimas do voo da Chapecoense
    Tags:
    acidente aéreo, tragédia, queda, avião, Chapecoense, Colômbia, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik