08:20 17 Agosto 2019
Ouvir Rádio
    O presidente boliviano, Evo Morales

    Presidente da Bolívia critica Trump por comentários sobre Fidel Castro

    © REUTERS / Juan Carlos Ulate
    Américas
    URL curta
    40178

    O presidente da Bolívia, Evo Morales, criticou o presidente eleito dos EUA, Donald Trump por ter chamado o líder da Revolução Cubana, que faleceu na noite de sexta feira (25), Fidel Castro, de 'ditador', informou media local.

    O líder da Revolução cubana morreu aos 90 anos na sexta-feira, às 22h29 (00h29, horário de Brasília), em Havana. Raul Castro anunciou a morte do seu irmão em rede nacional.

    "Quase todo o mundo lamenta e está prestando homenagem a Fidel. No entanto, o presidente eleito dos EUA e um grupo de pessoas estão celebrando", Morales disse, no sábado (26), em entrevista ao canal Hispan TV.

    O anúncio sobre o falecimento do líder revolucionário cubano e ex-presidente, Fidel Castro, foi feito pelo seu irmão Raul Castro, atual presidente de Cuba, na sexta-feira (25).  A cerimônia fúnebre está planejada para o dia 4 de dezembro e será realizada em um cemitério em Santiago de Cuba, cidade onde o líder passou sua infância. Cuba recebeu muitas cartas de condolências de líderes mundiais, incluindo a do presidente russo, Vladimir Putin, e do presidente dos EUA, Barack Obama.

    Após a confirmação do falecimento do líder cubano, muitos habitantes de Miami foram às ruas expressar contentamento à morte de Fidel Castro.

    Aqueles que estão alegres com a morte de Fidel Castro se enganam, pois as ideias e os princípios de Fidel continuarão vivos através das gerações, disse à Sputnik Mundo Victor Borda, primeiro vice-presidente da Câmara de Deputados (câmara baixa do parlamento da Bolívia), no Domingo (27).

    "Aqueles que estão dançando e expressando alegria pela morte de Fidel Castro estão enganam, pois as ideias e os princípios do revolucionário cubano continuam vivos. Eles estão se entretendo em vão, pois as ideias de Fidel estão incorporadas no povo cubano e elas vão sobreviver algumas gerações", disse Victor Borda, comentando o comportamento da comunidade cubana de exilados em Miami após a morte de Castro.

    Mais:

    Ex-líder do M-19: Fidel mostrou o caminho para paz
    Xi Jinping: China perdeu verdadeiro camarada com morte de Fidel
    Putin liga para Raul Castro e lamenta morte de Fidel: 'uma figura notável, um patriota'
    O que Trump quer dar à Cuba após a morte de Fidel
    A morte de Fidel nas redes sociais: 'herói ou vilão'?
    Tags:
    ideias, líder, Revolução Cubana, crítica, falecimento, Raul Castro, Fidel Castro, Donald Trump, Evo Morales, Bolívia, Cuba
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar