17:11 05 Agosto 2020
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    433
    Nos siga no

    Ficou conhecido quem ocupará uma série de cargos na administração do recém-eleito presidente norte-americano Donald Trump.

    Segurança nacional

    O general aposentado Michael Flynn, conhecido como apoiante do desenvolvimento dos laços com a Rússia e que é orgulhoso de seu conhecimento pessoal com o presidente russo Vladimir Putin, será o conselheiro de Trump para assuntos de segurança nacional.

    De 2012 a 2014, Flynn encabeçou a Direção de inteligência do ministério da Defesa dos EUA, a organização de inteligência militar dos EUA.

    A mídia considerava-o como um dos candidatos ao posto de secretário da Defesa.

    Algum tempo atrás, Flynn voltou a Moscou, onde participou dum evento solene dedicado ao aniversário do canal RT e se sentou mesmo ao lado de Putin.

    Procurador-geral

    Segundo a agência Reuters, o novo procurador-geral dos EUA será o senador pelo estado do Alabama Jeff Sessions, que é considerado um dos senadores norte-americanos mais conservadores. Também foi considerado como um dos candidatos ao cargo de secretário da Defesa.

    Nos EUA o procurador-geral chefia o Departamento de Justiça, que incorpora o Bureau Federal de Investigação (FBI). Segundo o canal de televisão CBS, a candidatura de Sessions se tornou uma escolha contraditória que pode levar a uma série de dificuldades no futuro.

    Diretor da CIA

    O diretor da Agência Central de Inteligência (CIA na sigla inglesa) na administração de Trump será o membro da Câmara dos Representantes Michael Pompeo, informou a Reuters.

    Pomepo é conhecido como adversário do aborto. Também se manifestou contra fechamento da prisão de Guantánamo e apelou à condenação à morte de Edward Snowden.   

    Mais:

    Trump se reúne com Kissinger para falar sobre Rússia e China
    Obama: "Espero que Trump esteja disposto a enfrentar a Rússia"
    Trump vem aí e o Brasil refaz as contas, para menos
    Durante o mandato de Trump, situação na Ásia-Pacífico pode se tornar mais perigosa
    Donald Trump visitará a Rússia após assumir presidência nos EUA
    Tags:
    nomeação, cargo, administração, Donald Trump, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar