12:30 02 Junho 2020
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    281
    Nos siga no

    Extração de gás por fraturamento hidráulico no oeste do Canadá é a causa da maioria dos terremotos na região, revelou uma nova pesquisa.

    Na quinta-feira (17), Xuewei Bao e David W. Eaton, da Universidade de Calgary, Canadá, publicaram um artigo intitulado  "A ativação de falhas geológicas devido ao fraturamento hidráulico no oeste do Canadá" em uma revista científica que descreve a ligação entre a extração de gás de xisto pelo método de "fracking" e os terremotos no Canadá.

    "O fraturamento hidráulico provocou a maioria dos terremotos no oeste do Canadá, ao contrário do centro-oeste dos EUA onde a eliminação maciça de água salgada é o mecanismo desencadeante dominante", indica a pesquisa. 

    Na pesquisa é referido que a análise comparativa da informação sobre a ativação das falhas geológicas e dos terremotos revelou que a atividade sísmica no oeste do Canadá coincide quase completamente com a atividade humana no tempo e no espaço.

    O fraturamento hidráulico ou fratura hidráulica é um método que possibilita a extração de petróleo e gás do subsolo. Para libertar o gás que está no subsolo, fratura-se a rocha de xisto com enormes quantidades de água, areia e um coquetel de 600 produtos químicos em alta pressão. Este método é muito criticado devido aos riscos ecológicos e ao potencial de provocar terremotos.

    Mais:

    Habitantes tailandeses acusam empresas norte-americanas de fraturamento ilegal
    Mais de mil pessoas completamente isoladas após terremoto no Japão
    Barco perdido há 170 anos é encontrado no Canadá
    Explosão atinge vila residencial no Canadá
    Tags:
    pesquisa científica, fraturamento hidráulico, extração, tremor, Canadá
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar