03:04 25 Junho 2019
Ouvir Rádio
    Donald Trump, candidato presidencial norte-americano do Partido Republicano, durante uma reunião com seus seguidores em Tampa, Flórida

    Flórida escolhe Trump

    © REUTERS / Jonathan Ernst
    Américas
    URL curta
    Eleições nos EUA (112)
    0 01

    Mais um estado crucial vota em Trump!

    Depois de Ohio, Donald Trump vence na Flórida.

    O papel que a Flórida possui nas eleições norte-americanas é visto como crucial para os dois candidatos favoritos na corrida presidencial, já que este estado do Sudeste conta com 29 votos eleitorais, sendo, assim, o quarto maior no país.

    Com uma população de 18,8 milhões de pessoas, inclusive imigrantes da América Latina (principalmente cubanos), militares aposentados, pessoas de idade superior aos 65 anos e pessoas que chegaram à Flórida para trabalhar na próspera indústria da diversão, este estado reflete a composição heterogênea da sociedade estadunidense; os votos locais indicam tendências de escala nacional.

    O estado pode determinar o resultado de toda a eleição, sendo o maior “estado balança” (estado que não mostra preferência por nenhum dos candidatos) e o principal campo de batalha política. Em 2000, os votos eleitorais da Flórida deram a vitória ao republicano George Bush, e em 2012, o democrata Barack Obama liderou com vantagem de 0,9% sobre o seu rival Mitt Romney.

    Nas primárias da Flórida, Trump reuniu 1.077.221 votos (45,7% dos boletins republicanos – ganhando, assim, as primárias); já Clinton conseguiu reunir 1.097.221 votos (64,4% dos boletins democratas).

    Enquanto isso Hillary Clinton venceu no estado de Colorado. 

    O Colorado, com seus nove votos eleitorais, era considerado um estado que será campo de batalha principal na eleição norte-americana de 8 de novembro por causa do seu eleitorado independente, mas se pensava que o estado tenciona apoiar a candidata democrata pala terceira vez, depois de ter deixado de dar um sólido apoio ao Partido Republicano.

    O montanhoso estado do oeste do país possui uma população modesta de cerca de 5,5 milhões de pessoas, mas agora está entre os estados que crescem de forma mais rápida por causa do fluxo de professionais jovens e latino-americanos, que na última década mudaram a sua orientação de republicana para a democrata.

    O Colorado votou a favor dos republicanos ao longo do século com somente duas exceções desde 1952. Ele se tornou palco de combate pela primeira vez quando, na eleição de 2008, apoiou o presidenciável democrata Barack Obama contra o seu adversário republicano John McCain com uma margem de 10%. O estado também preferiu Obama a Mitt Romney em 2012 com 51,49% contra 46,13%.

    Segundo a pesquisa da Real Clear Politics, a candidata democrata Hillary Clinton liderava no Colorado contra o presidenciável republicano Donald Trump, antes da votação de terça-feira (8), com 2,9% (43,3% contra 40,4%).

    Na Convenção Democrata no Colorado, Clinton perdeu para seu rival Bernie Sanders recebendo cerca de 40% dos votos contra 59% a favor de Sanders. O Partido Republicano também optou por uma convenção, deixando de lado os apoiantes que não são membros do partido. O estado apoiou o adversário de Trump – Ted Cruz.

    Tema:
    Eleições nos EUA (112)

    Mais:

    Segundo Clinton, Trump não tem um plano para combater Daesh
    Cabo eleitoral de Trump, brasileiro é candidato ao Congresso dos EUA
    Trump promete rever missões da NASA se eleito
    Pesquisa: Trump e Clinton praticamente empatados
    Tags:
    vitória, eleições 2016, Donald Trump, Flórida, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar