02:50 20 Janeiro 2020
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    Eleições nos EUA (112)
    17118
    Nos siga no

    O presidente dos EUA Barack Obama expressou na segunda-feira sua confiança de que durante a sua administração os EUA se tornaram mais poderosos e respeitados no mundo.

    O discurso do chefe de Estado de apoio a favor de Clinton na Filadélfia, Pensilvânia, foi parcialmente dedicado a enumerar os seus próprios méritos de administração. Em particular, ele chamou atenção para o fato de que, devido à reforma dos cuidados de saúde, "mais de 20 milhões de norte-americanos tiveram acesso a seguro de saúde".

    "Trouxemos de volta do estrangeiro para casa muitos dos nossos soldados. Matamos Osama bin Laden. Os EUA se tornaram mais fortes e mais respeitados no mundo", disse o atual presidente.

    Falando sobre Hillary Clinton, Obama enfatizou que nas eleições do dia 8 de novembro os norte-americanos "têm a oportunidade de votar em um presidente que irá manter o nosso sucesso, em um presidente inteligente e estável".

    Ele criticou o rival de Clinton, o republicano Donald Trump, na luta para a presidência, chamando-o de incapaz de desempenhar as funções de Chefe de Estado. Além disso, Obama declarou: "Trump é pouco qualificado em questões de economia."

    "Espero que na terça-feira vocês rejeitem o medo e escolham a esperança", apelou Obama.

    O canal de televisão C-SPAN transmitiu o comício em Filadélfia. Segundo a informação do canal, havia mais de 40 mil pessoas na praça principal da cidade. Antes do discurso de Obama, o ex-presidente Bill Clinton e Chelsea Clinton, assim como a esposa do atual presidente, Michelle Obama, também fizeram discursos. Jon Bon Jovi e Bruce Springsteen proporcionaram o acompanhamento musical.

    As eleições nos EUA serão realizadas no dia 8 de novembro. A candidata democrata Hillary Clinton e o republicano Donald Trump disputam a vitória. Também haverá eleições para o Congresso e para os órgãos de poder local.

    Tema:
    Eleições nos EUA (112)

    Mais:

    Trump levado para fora do palco no meio do discurso (VÍDEO)
    Mídia mainstream faz europeus simpatizarem com Clinton
    Tags:
    eleições, Donald Trump, Michelle Obama, Bill Clinton, Hillary Clinton, Barack Obama, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar