12:24 25 Agosto 2019
Ouvir Rádio
    Hillary Clinton, pré-candidata democrata à presidência dos EUA

    FBI encerra investigação sobre e-mails de Hillary Clinton

    © AFP 2019/ Robyn Beck
    Américas
    URL curta
    729

    O diretor do FBI, James Comey, declarou hoje (7) que a candidata à Presidência dos EUA pelo Partido Democrata, Hillary Clinton, não sofrerá acusações face à descoberta de uma nova leva correspondências que ela manteve através de um servidor de e-mail privado enquanto ocupava o cargo de secretária de Estado.

    Após ter analisado estes novos e-mails, o FBI concluiu não haver indícios para seguir com as investigações. De acordo com a agência Reuters, altos representantes do governo dos EUA indicam que o anúncio de Comey praticamente encerra o caso contra Hillary.

    A mídia americana destaca ainda que a nova leva de correspondências era formada em grande parte por e-mails de cunho pessoal de Hillary e de duplicatas de e-mails já investigados pelo FBI anteriormente. Isso explicaria a rapidez com que o Departamento de Justiça dos EUA analisou estes novos documentos.

    Diante do aparente fechamento do caso, o comitê de campanha do principal rival de Hillary nas eleições, republicano Donald Trump, acusou o FBI de ter conduzido o inquérito de forma negligente.

    Leia também: Assange revela papel de Hillary Clinton na destruição da Líbia

    A reabertura do caso, diante da descoberta destes novos e-mails, foi anunciada pelo FBI na semana passada. A investigação visava a determinar se Hillary havia violado as leis que tratam de informações secretas do governo ao utilizar uma conta de e-mail privada para tratar de assuntos oficiais quando era secretária de Estado.

    Tags:
    encerramento, acusações, investigação, FBI, James Comey, Hillary Clinton, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar