21:50 18 Outubro 2021
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    1101
    Nos siga no

    O Departamento de Estado dos EUA liberou um lote adicional com mais de 1.200 páginas dos e-mails de Hillary Clinton do período em que ela estava à frente da diplomacia americana, segundo informou o vice-porta-voz do departamento, Mark Toner, nesta quinta-feira.

    A maioria dos documentos, no entanto, são "quase duplicatas" das mensagens já divulgadas da candidata democrata à presidência dos Estados Unidos. Toner afirmou que o Departamento de Estado espera cumprir o prazo imposto pela justiça para processar cerca de 350 páginas desses e-mails, prazo esse que se encerra nesta sexta-feira, 4. 

    Na semana passada, o diretor do FBI, James Comey, anunciou a reabertura da investigação que tenta determinar se Clinton violou as leis que tratam de informações secretas do governo ao utilizar uma conta de e-mail privada para tratar de assuntos oficiais quando era secretária de Estado. 

    Durante um comício na Flórida, na última quarta-feira, o candidato republicano à Casa Branca, Donald Trump, demonstrou ter certeza de que a divulgação de novos e-mails de Hillary pelo FBI mostrará que sua rival esteve envolvida em atividades ilegais. 

    Mais:

    FBI aperta Hillary Clinton na reta final da campanha
    FBI reabre investigação contra Hillary Clinton
    Trump pede que Obama seja investigado por mentir sobre e-mails de Hillary
    Tags:
    EUA, Flórida, Hillary Clinton, Donald Trump, James Comey, Mark Toner, Casa Branca, FBI
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar