16:52 25 Agosto 2019
Ouvir Rádio
    Parlamentares da oposição venezuelana se protegem enquanto tentam chegar à Assembleia Nacional em Caracas, 27 de outubro de 2016.

    Venezuela: Deputados são agredidos ao tentar entrar na Assembleia Nacional

    © AFP 2019 / JUAN BARRETO
    Américas
    URL curta
    3262

    Um grupo de simpatizantes do governo venezuelano se concentrou nesta quinta-feira (27) nas proximidades da Assembleia Nacional para impedir a passagem de deputados e agrediu vários deles, segundo informou a mídia local.

    ​O portal El Nacional relata que a deputada Delsa Solórzano teria sido agredida na entrada do Parlamento; posteriormente, ela anunciou através de sua conta no Twitter que estava bem e que já estava dentro da casa legislativa.

    ​O deputado Luis Florido informou que coletivos armados tentaram impedir que haja quórum para a sessão de hoje por meio da retenção de vários parlamentares do lado de fora. No entanto, a estratégia não deu certo. 

    Espera-se que a reunião ordinária desta quinta-feira chegue a uma decisão sobre o "estado constitucional da Presidência da República".

    ​Na quarta-feira (26), a oposição convocou uma mobilização apelidada de "a Tomada da Venezuela", exigindo o retorno da ordem constitucional após a suspensão do referendo revogatório contra o presidente Nicolas Maduro. A marcha provocou a reação dos defensores do líder chavista, que se opõem à realização de um julgamento político e também tomaram as ruas para defender o governo eleito.

    Mais:

    Assembleia Nacional declara 'golpe de Estado' de Maduro na Venezuela
    Manifestantes pró-Maduro interrompem sessão da Assembleia Nacional Venezuelana
    Maduro convoca Conselho de Defesa para denunciar 'golpe parlamentar'
    Parlamento da Venezuela aprova início do julgamento político contra Maduro
    'Oposição venezuelana não tem como tirar Maduro, agora, do poder'
    Países das Américas preocupados com suspensão do referendo para destituição de Maduro
    Tags:
    golpe, oposição, manifestações, protestos, mobilização, agressão, deputados, Assembleia Nacional, Nicolás Maduro, Venezuela
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar