07:59 21 Janeiro 2020
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    67612
    Nos siga no

    Por maioria da oposição, a Assembleia Nacional Venezuelana aprovou nesta terça-feira (25) o início de um julgamento político que pode levar à destituição do mandato do presidente Nicolás Maduro.

    Nesta terça-feira (25), em meio a gritos e protestos dos chavistas, a Assembleia Nacional da Venezuela iniciou um julgamento político que pode levar à destituição do atual presidente Nicolás Maduro.

    Os parlamentares também votaram a favor de que Maduro compareça a uma sessão na casa legislativa. 

    A Constituição venezuelana não prevê qualquer forma de impeachment. A única maneira de fazer um procedimento semelhante exige que a Suprema Corte do país tenha a última palavra. Porém, segundo relata a RT, a direita no Parlamento se declarou há um mês em desacato ao tribunal e no último domingo desafiou abertamente sua autoridade.

    Enquanto isso, os partidários de Maduro se mobilizam e marcham agora para a Assembleia Nacional.

    ​No domingo (23), a Assembleia Nacional aprovou uma declaração afirmando haver uma "ruptura da ordem constitucional e a existência de um golpe de Estado" no país, supostamente cometido pelo governo de Maduro em relação ao bloqueio do referendo revogatório. O partido governante, por sua vez, denunciou a existência de uma nova Operação Condor em curso na Venezuela para tirar o presidente do poder. As Forças Armadas do país manifestaram apoio a Maduro e rejeitaram a teoria do golpe.

    Mais:

    Macri: 'Venezuela não pode fazer parte do Mercosul'
    Caças da Venezuela interceptam Boeing da Avianca e companhia cancela voos no país
    Capriles e outros 7 opositores são proibidos de sair da Venezuela
    Rússia oferece Estátua de Hugo Chávez à Venezuela
    'Oposição venezuelana não tem como tirar Maduro, agora, do poder'
    'Oposição venezuelana é incapaz de gerar política nos termos da lei', diz especialista
    Manifestantes pró-Maduro interrompem sessão da Assembleia Nacional Venezuelana
    Tags:
    julgamento político, referendo revogatório, golpe, impeachment, Assembleia Nacional, Nicolas Maduro, Venezuela
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar