20:02 27 Novembro 2020
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    Eleições nos EUA (112)
    15115
    Nos siga no

    Hillary Clinton ou Donald Trump? Quem será o próximo presidente dos Estados Unidos? Mapa astrológico indica surpresas para o dia da votação, em 8 de novembro.

    No dia da votação, que definirá o sucessor de Barack Obama na Casa Branca, a Lua em Gêmeos estará fora de curso, de acordo com o mapa astral da cidade de Washington. "Há sinal de resultados inesperados", explicou à Sputnik Mundo, a astróloga brasileira Barbara Abramo. Segundo a especialista, responsável pelo horóscopo do jornal Folha de S. Paulo por mais de 16 anos, há pontos negativos e positivos para ambos os candidatos naquele dia.

    "Haverá uma vitória acirrada, seja para ela ou para ele. O mapa do dia para Washington e seus arredores favorece a Hillary", disse Abramo. A astróloga explicou, no entanto, que há imprecisões em relação à hora exata do nascimento de Clinton.

    "Há duas informações que circulam sobre o seu nascimento com 12 horas de diferença entre uma e outra. Parece que sua mãe disse em algum momento que Hillary nasceu às 8 horas da manhã, e, em outro, às 8 da noite. Isso muda tudo!", ressaltou astrologa.

    A imprecisão sobre o seu horário de nascimento impede a exatidão do seu ascendente, algo chave para a astrologia. Se a candidata democrata tiver nascido de manhã, as vantagens ultrapassariam as desvantagens. Mas se nasceu de noite, as margens de popularidade do seu rival seriam maiores, contou Abramo.

    A astróloga aposta mais no horário matutino devido à trajetória de vida de Clinton. "Se Hillary nasceu de manhã, Mercúrio, que comanda o meio-céu (vocação social), estará em conjunção com Vênus em seu mapa natal. É um sinal auspicioso", avaliou. Além disso, segundo Abramo, o mapa para a capital dos Estados Unidos indica a Lua em Aquário com um bom aspecto com Vênus. "É a popularidade de um personagem feminino. Vênus é a mulher", ressalta Barbara.

    Em relação a Trump, a especialista destacou sinais positivos a seu favor nesse dia, ligados a realização de metas e objetivos. "Vênus estará a 25 graus de Câncer, recebendo uma conjunção da Lua em progressão. Isso significa popularidade e aceitação das massas", afirmou. Júpiter é outro fator favorável ao republicano. Rege a área de competências, disputas e desafios, e estará em conjunção com Vênus e Marte avançados, de acordo com Abramo. Além disso, "a Lua estará no final de Gêmeos, armando um bom aspecto com o seu ascendente, um sinal de popularidade passageira".

    Por outro lado, Abramo explicou que Urano, o astro de grandes surpresas, estará em triângulo (uma posição favorável) com o seu ascendente, mas em oposição a Mercúrio. Na opinião dela, essa situação é negativa para Trump, pois significa algo inesperado por parte de seu adversário, fazendo com "que ele reaja de forma nervosa e deselegante, comunicando ou dizendo coisas imprevistas que serão usadas contra ele ".

    "Ele já está fazendo isso. Mercúrio rege a comunicação", acrescentou. Para a especialista, o "inesperado por parte de seu adversário" pode significar que Clinton apresente algo publicamente que o prejudique.

    Outro aspecto curioso para o dia da votação, apontado pela astróloga, é "um forte apoio nos bastidores dos grupos poderosos". "Saturno, que marca os limites da pessoa, estará formando um triângulo com ajuda de Plutão, que está em sua casa astral dos segredos", esclareceu ela.

    Barbara Abramo se dedica à astrologia há 35 anos e publica análises populares da atualidade, em suas contas das redes sociais. Suas publicações combinam uma leitura dos astros com a conjuntura política de diversos episódios do mundo. De forma geral, para as eleições nos Estados Unidos, a especialista disse que a posição da Lua em

    Aquário indica "a preferência popular por alguém com um perfil moderno, atual, cosmopolita, de olho no futuro".

    "Trump representaria essas características? Penso que não", concluiu Barbara.

    Tema:
    Eleições nos EUA (112)

    Mais:

    Rússia comenta recusa dos EUA de receber observadores russos nas eleições presidenciais
    Lavrov: 'Ridículo' acreditar que a Rússia interfere nas eleições dos EUA
    Trump: Assad é mais inteligente que Clinton e Obama
    Fim de Trump? Condelezza Rice também pede que republicano abandone candidatura
    Tags:
    previsões, astrologia, Donald Trump, Hillary Clinton, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar