16:56 07 Julho 2020
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    Eleições nos EUA (112)
    25492
    Nos siga no

    O presidenciável do Partido Republicano Donald Trump disse no último debate realizado em Las Vegas, que o presidente sírio Bashar Assad é "um cara mau", mas que a oposição apoiada pelos EUA pode ser ainda pior.

    "Assad é um cara mau. Agora ela [Hillary Clinton] falará que eu apoio Assad – não. Obrigada Hillary pelo bom trabalho que fez ali. Ele [Assad] é mais inteligente que você e [Barack] Obama. Dois anos atrás ele [Assad] recebeu apoio da Rússia. E agora estão lá a Rússia, bem como o Irã, que é cada vez mais forte", disse Trump.

    "Entretanto, o que fazemos nós [na Síria]? Apoiamos a oposição. Não sabemos quem são estas pessoas. Não sabemos. E eles [a oposição] podem ser piores que Assad", acrescentou.

    Além disso, o candidato à presidência norte-americana do Partido Republicano disse que a Rússia, Síria e o Irã ultrapassaram os EUA.

    No final do debate os candidatos não apertaram as mãos. Todo os debates decorreram com fortes acusações mútuas. Em particular, Trump disse que, se for eleito, Clinton iria para na prisão. Por seu turno, Clinton chamou o seu adversário de "o candidato à presidência mais perigoso em toda a história dos EUA".

    Tema:
    Eleições nos EUA (112)

    Mais:

    Clinton lidera sobre Trump na véspera dos últimos debates presidenciais nos EUA
    Hillary dispara à frente de Trump, indica pesquisa
    Trump quer que Clinton faça testes de doping
    WikiLeaks: democratas planejavam publicar anúncios de emprego sexistas em nome de Trump
    Tags:
    situação, presidenciável, debate, Donald Trump, Hillary Clinton, Bashar Assad, Síria, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar