15:28 21 Outubro 2019
Ouvir Rádio
    Presidencial Republicano Donald Trump com sua esposa Melania

    Casa Branca acusa Donald Trump de 'agressão sexual'

    © REUTERS / /Mike Segar
    Américas
    URL curta
    0 13
    Nos siga no

    Os comentários que o candidato presidencial republicano Donald Trump faz em um vídeo de 2005 vazado na última sexta-feira constituem agressão sexual, segundo afirmou nesta terça-feira (11) o secretário de imprensa da Casa Branca, Josh Earnest.

    "O presidente [Barack Obama] achou a gravação repugnante, assim como a maioria dos americanos", afirmou Earnest, acrescentando que há um consenso de que "essas declarações constituíram agressão sexual".

    A campanha de Trump tem sido abalada desde sexta-feira pela publicação de um vídeo de 2005 no qual o magnata faz uma série de observações vulgares sobre mulheres. Em um trecho da conversa gravada, ele afirma que, sendo famoso, pode fazer "o que quiser", como "pegá-las pela vagina".  

    Vários representantes do Partido Republicano distanciaram-se publicamente de Trump após o escândalo, inclusive o presidente da Câmara dos Representantes, Paul Ryan, que disse estar enojado com o que foi dito na gravação.

    Mais:

    Trump: Programa nuclear norte-americano está atrasado em relação ao russo
    Trump pede prisão de Hillary Clinton, mas democrata ganha debate
    Fidel Castro: 'Trump foi desqualificado no primeiro debate'
    Erro crasso: 40% dos eleitores querem afastar Trump da corrida
    Tags:
    agressão sexual, gravação, abuso sexual, mulheres, vídeo, campanha, Donald Trump, Barack Obama, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar