08:30 12 Dezembro 2017
Ouvir Rádio
    Candidado à presidência dos EUA do Partido Republicano Donald Trump, durante debates presidenciais com Hillary Clinton, 26 de setembro de 2016

    Trump afirma que 'nem gosta, nem detesta Putin'

    © AP Photo/ Patrick Semansky
    Américas
    URL curta
    135

    O presidenciável do Partido Republicano Donald Trump não descarta a possibilidade de cooperar com a Rússia na luta contra o grupo terrorista Daesh (proibido na Rússia e em vários outros países) caso seja eleito presidente.

    O bilionário norte-americano fez esta declaração perante os eleitores no estado de Nevada, informa o canal televisivo NBC News.

    Ao mesmo tempo, Trump destacou que por agora não sabe como serão as relações russo-americanas caso venha a ser presidente.

    "Aqui há quem diga que eu gosto de Putin. Eu nem gosto, nem detesto Putin. Vamos ver como é que será", declarou o candidato republicano.

    O anúncio de Trump acontece após os debates bem-sucedidos do seu candidato à vice-presidência Mike Pence, nos quais o relacionamento com a Rússia foi um dos temas centrais. Na ocasião, Pence comparou a Rússia com um urso, denunciando suas ações na Síria e afirmando que "Trump não apoiará Putin".

    Ao invés disso, o candidato democrata à vice-presidência de Hillary Clinton – Tim Kaine, anunciou que, embora possa ser bastante difícil, um acordo com Moscou é possível, caso Clinton seja eleita.

    A CNN informa que Mike Pence ultrapassou o seu rival Tim Kaine nos debates, tendo obtido o apoio de 48% dos entrevistados, ao invés de 42% do último.

    É de lembrar que, em 3 de outubro, o porta-voz da diplomacia americana John Kirby anunciou que os EUA iriam suspender a comunicação bilateral com a Rússia sobre o plano de ação para a resolução do conflito na Síria, celebrado por Lavrov e Kerry no início em 9 de setembro.

    Mais:

    Mídia: conselheiro de Trump pode se tornar embaixador na Rússia
    Trump imita indisposição de Hillary Clinton
    Tags:
    grupo terrorista, candidatos, relações, declaração, debates, Daesh, Partido Republicano, Partido Democrata, CNN, NBC News, John Kerry, Sergei Lavrov, Hillary Clinton, Tim Kaine, Mike Pence, John Kirby, Vladimir Putin, Donald Trump, Síria, Moscou, Nevada, Rússia, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik