14:54 13 Dezembro 2017
Ouvir Rádio
    Usina nuclear

    EUA consideram como 'verdadeira tragédia' a recusa da Rússia de cooperar na área nuclear

    © REUTERS/ Charles Platiau
    Américas
    URL curta
    2171

    Washington lamenta a decisão de Moscou de suspender a cooperação na área nuclear, afirmou um representante do Departamento de Estado, Mark Toner.

    O governo russo anunciou na véspera a suspensão do acordo de cooperação em pesquisa e desenvolvimento no campo da energia nuclear. Também foi denunciado o contrato entre Rosatom e o Departamento de Energia dos EUA sobre a conversão de reatores russos de pesquisa para utilização de urânio pouco enriquecido. As ações de Washington, que parou os trabalhos nesta área devido aos acontecimentos na Ucrânia, foram a razão principal para a suspensão do acordo.

    Antes disso, Moscou havia anunciado a saída do acordo sobre a reciclagem de plutônio militar.

    Durante um briefing, Toner disse que os Estados Unidos lamentam a decisão de Moscou.

    "É uma verdadeira tragédia, pois tivemos êxito na cooperação nestas áreas. É do interesse de ambos os países", observou o representante do Departamento de Estado.

    Mark Toner destacou que Washington ainda não recebeu a notificação de Moscou sobre a cessação da cooperação na área nuclear.

    Rússia está pronta a recomeçar o diálogo

    Na Rússia apontam que Moscou está disposta a retomar a cooperação com os Estados Unidos no campo nuclear. Para isso, Washington deve confirmar a sua vontade de cumprir o acordo.

    "Em 2014 recebemos uma notificação de Washington informando que a parte norte-americana suspendia a cooperação com a Rússia devido aos acontecimentos na Ucrânia", disse no departamento russo.

    Diplomatas observaram que, após a decisão dos EUA, a realização de projetos que representavam interesse para ambos os países se tornou impossível.

    "O lado russo suspende a execução do acordo, em resposta à ação hostil dos EUA", sublinharam no Ministério do Exterior da Rússia.

    Mais:

    Chefe do Pentágono: Rússia e Coreia do Norte representam ameaça nuclear para os EUA
    'Estou falando sobre guerra nuclear contra Rússia ou China' caso Hillary ganhe as eleições
    EUA ameaçam Moscou com novas sanções ligadas à Síria
    Cuba e Rússia fecham acordo de cooperação nuclear pacífica
    Tags:
    acordo nuclear, Departamento de Estado dos EUA, Mark Toner, Rússia, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik