08:16 15 Dezembro 2017
Ouvir Rádio
    Presidente norte-americano Barack Obama numa reunião com o Rei da Arábia Saudita Abdulaziz al Saud, no palácio de Erga, em Riad, 20 de abril, 2016

    Deterioração nas relações entre Arábia Saudita e EUA é iminente?

    © AFP 2017/ Jim Watson
    Américas
    URL curta
    5161

    As relações entre Washington e Riad podem ser prejudicadas devido à recente mudança da legislação norte-americana referente aos acontecimentos do 11 de setembro, acha o politólogo russo Fyodor Lukyanov.

    Na quarta-feira (28), ambas as câmaras do Congresso dos EUA, por maioria esmagadora, anularam o veto de Obama ao projeto de lei que permite às famílias das vítimas dos ataques terroristas de 11 de setembro de 2001 processarem a Arábia Saudita por supostas ligações com os terroristas que sequestraram os aviões. A Câmara dos Representantes dos EUA aprovou a eliminação do veto com 348 votos a favor e 77 contra. O Senado teve 97 votos a favor e apenas 1 contra.

    Lukyanov, que preside ao Conselho de Política Exterior e de Defesa e é diretor da revista Rússia na Política Global, "está convicto que as relações se vão deteriorar".

    Segundo as autoridades sauditas, "a administração de Obama age de forma ridícula e indecente em relação ao seu aliado no Oriente Médio e ao conflito sírio".

    Entrevistado pela agência RIA Novosti, Lukyanov opinou que "a confiança nos EUA tem enfraquecido, principalmente depois de Obama ter anunciado em 2013 não recorrer à força militar depois do uso de armas químicas na Síria".

    Segundo ele, a anulação do veto não contribuirá para a melhora nas relações entre os dois países.

    Mais:

    NI: EUA sustentam sua indústria ao apoiar venda de armas à Arábia Saudita
    Chancelaria do Irã: Arábia Saudita dissemina o wahhabismo pela TV
    Obama deve vetar lei que permitiria às famílias do 9/11 processar a Arábia Saudita
    Tags:
    processos, veto, confiança, piora, relações bilaterais, 11/9, Ria Novosti, Senado, Câmara dos Representantes, Barack Obama, Riad, Arábia Saudita, EUA, Washington
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik