14:44 20 Maio 2018
Ouvir Rádio
    Polícia tenta controlar manifestantes durante protesto pela morte de Keith Lamont Scott em Charlotte

    Carolina do Norte declara estado de emergência por protestos em Charlotte

    © AP Photo/ Chuck Burton
    Américas
    URL curta
    1011

    O governo da Carolina do Norte declarou estado de emergência por conta da grande manifestação realizada nesta quarta-feira na cidade de Charlotte contra o assassinato de um deficiente negro pela polícia na tarde de ontem.

    Segundo o governador Pat McCrory, homens da Guarda Nacional e da Patrulha Rodoviária serão enviados para ajudar a polícia a conter os manifestantes.

    A onda de protestos na maior cidade do estado teve início na noite da última terça-feira, após a morte de Keith Lamont Scott, que, segundo familiares, aguardava tranquilamente o seu filho voltar da escola quando foi atacado pelos policiais. A polícia afirmou que Scott, morto em seu carro no estacionamento de um complexo de edifícios, estava armado com uma pistola quando surpreendido pelos agentes, que respondiam a um chamado na região. Mas testemunhas negam a versão das autoridades.

    Mais cedo, a Sputnik e outros órgãos de imprensa informaram, com base em informações oficiais, a morte de um manifestante durante um tiroteio na noite desta quarta-feira em Charlotte. Mas, pouco depois, a prefeitura informou que a pessoa atingida não faleceu, se encontra em estado crítico no hospital. 

    Ainda de acordo com as autoridades municipais, o manifestante teria sido atingido por outro civil.

    Mais:

    Autoridades informam morte de manifestante em protesto nos EUA
    Tiros são ouvidos durante protesto em Charlotte, na Carolina do Norte
    Tags:
    estado de emergência, manifestação, protestos, Pat McCrory, Keith Lamont Scott, Charlotte, EUA, Carolina do Norte
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik