08:13 21 Julho 2018
Ouvir Rádio
    Presidente da Rússia Vladimir Putin assiste aos testes do caça T-50 (foto de arquivo)

    Financial Times: quantidade de simpatizantes de Putin cresce nos EUA

    © Sputnik / Aleksei Druzhinin
    Américas
    URL curta
    36432

    Apesar das tensões e contradições entre os EUA e a Rússia, a simpatia por Putin está crescendo nos EUA.

    Apesar de os políticos dos EUA continuarem criticando o presidente da Rússia Vladimir Putin, a quantidade de pessoas que simpatizam com ele nos EUA está aumentando, especialmente entre os republicanos, informa o jornal Financial Times.

    Segundo dados da pesquisa realizada em agosto pelo Instituto de Opinião Pública YouGov e pelo jornal The Economist, só 27% dos republicanos tem uma atitude negativa relativamente ao presidente russo.

    É notável que apenas dois anos atrás este indicador era de 66%, comunica o artigo.

    A informação obtida mostra o fato que 85% dos republicanos acreditam que Putin é um líder forte, enquanto só 18% dos respondentes acham o mesmo sobre o presidente dos EUA.

    Também se aponta que cada terceiro partidário do candidato ao posto de chefe da Casa Branca do Partido Republicano Donald Trump simpatiza com Vladimir Putin.

    É interessante verificar que as mudanças de opinião sobre Putin ocorreram no momento que as tensões entre a Rússia e os EUA atingiram o nível da Guerra Fria.

    Segundo apontam vários adeptos de Trump, esta oposição (entre Rússia e EUA) forçou-os a mostrar mais simpatia por Putin e pelas suas posições, principalmente porque Putin é um antípoda de Obama (segundo suas visões políticas), escreve o Financial Times.

    Mais:

    Putin e Medvedev declaram vitória nas eleições parlamentares da Rússia
    Eleições da Duma neste domingo serão termômetro da popularidade de Putin para 2018
    Putin clarifica falta de vontade dos EUA de tornar públicos detalhes de acordo sobre Síria
    Tags:
    opinião pública, Financial Times, Barack Obama, Donald Trump, Vladimir Putin, Rússia, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik