13:43 18 Junho 2019
Ouvir Rádio
    Conta do Twitter de Edward Snowden

    Snowden responde às acusações do Congresso dos EUA

    © AFP 2019 / FLORIAN DAVID
    Américas
    URL curta
    540

    O ex-funcionário dos serviços secretos dos EUA Edward Snowden desmentiu algumas informações contidas no relatório do Comitê de Inteligência da Câmara dos Representantes do Congresso norte-americano.

    Na quinta-feira (15) o Comitê divulgou um resumo de quatro páginas do relatório sobre as atividades de Snowden, no qual é indicado que a maior parte dos dados desviados pelo ex-agente se refere a segredos militares e de defesa e não está relacionada com a vida privada dos norte-americanos. O documento destaca que Snowden prejudicou significativamente a segurança dos EUA.

    Segundo os autores do relatório, Snowden mentiu quando afirmou que não passou a instrução militar inicial por causa de uma lesão nas pernas, embora se tratasse de simples dor de pernas. 

    Além disso, no relatório, Snowden é acusado de falsificar as suas notas de desempenho profissional e de roubar as respostas de testes realizados pelo empregador.

    "Afirmam que ‘falsifiquei notas de avaliação de desempenho profissional? É uma declaração surpreendente tendo em conta que informei que o sistema de avaliação anual de desempenho dos funcionários da Agência de Inteligência Central (CIA) era vulnerável a ataques de hackers", escreveu Snowden na sua página no Twitter.

    Ao mesmo tempo, Snowden afirmou que, antes de deixar o exército, passou algumas semanas no centro de reabilitação e que andava de muletas.

    "Com dor de pernas as pessoas não andam de muletas", escreveu Snowden no Twitter.

    ​Vale lembrar que em 2013 Snowden passou para os jornais The Washington Post e The Guardian um leque de documentos secretos sobre programas de vigilância dos serviços secretos dos EUA e do Reino Unido através da Internet. Partiu para Hong Kong e depois viajou para Moscou, onde passou algum tempo no aeroporto.

    A Rússia concedeu a Snowden asilo temporário sob a condição de parar as suas atividades contra os EUA. Em 1 de agosto de 2014 obteve autorização de residência na Rússia por três anos.

    Mais:

    Snowden diz que Obama poderia conceder anistia, mesmo indo contra as leis dos EUA
    Edward Snowden revela que documentos da NSA foram hackeados
    Código enigmático de Snowden levanta rumores sobre morte do ex-agente asilado na Rússia
    Tags:
    mentira, relatório, informações secretas, agente da CIA, Congresso dos EUA, Edward Snowden, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar