02:12 05 Março 2021
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    21312
    Nos siga no

    O embargo dos Estados Unidos provocou perdas de 4,96 bilhões de dólares a Cuba entre abril de 2015 e março de 2016, período incluído no degelo das relações entre os dois países, segundo afirmou o chanceler cubano, Bruno Rodríguez, nesta sexta-feira.

    "O bloqueio é a principal causa dos problemas da nossa economia, é o principal obstáculo ao nosso desenvolvimento", disse o ministro das Relações Exteriores ao apresentar um informe anual à imprensa.

    Washington e Havana começaram a se reaproximar no final de 2014, e as relações diplomáticas foram restabelecidas em julho de 2015, após 54 anos de rompimento. De acordo com Rodríguez, de 1962, ano do início do embargo, até hoje, os prejuízos cubanos giram em torno dos 126 bilhões de dólares.

    "Não há um setor em Cuba que não sofra as consequências do bloqueio", acrescentou. 

    O informe da chancelaria cubana será submetido à Assembleia Geral das Nações Unidas no próximo 26 de outubro. 

    Mais:

    Washington reconhece papel de Cuba na resolução do conflito com as FARC na Colômbia
    Cuba celebra 90 anos de Fidel Castro
    Raul Castro convoca profissionais do Mais Médicos de volta a Cuba
    Justiça cobra do BNDES detalhes de financiamento para obras do Porto de Mariel, em Cuba
    Rússia e Cuba assinarão acordo para uso pacífico de energia nuclear
    Tags:
    embargo, Assembleia Geral da ONU, Bruno Rodríguez, Havana, Washington, EUA, Cuba
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar