18:56 23 Setembro 2017
Ouvir Rádio
    Ilhas Malvinas

    Segredo desvendado: quem apoiou Argentina no conflito com Reino Unido?

    © AFP 2017/ HO/NASA
    Américas
    URL curta
    39305888717

    Israel vendeu armamento à Argentina durante o conflito armado nas ilhas Malvinas entre a Argentina e o Reino Unido em 1982, informou o jornal britânico The Telegraph citando documentos desclassificados do Ministério das Relações Exteriores da Grã-Bretanha.

    Segundo as informações que a publicação obteve, antes do início da guerra Israel exportou para a Argentina aviões de assalto Skyhawk que depois foram usados contra navios britânicos. Bombas lançadas destes aviões alvejaram quatro navios britânicos, inclusive afundando o navio de transporte e desembarque de tropas RFA Sir Galahad. Na altura morreram cerca de 48 militares.

    Além disso, em 2011 na Argentina foi publicado um livro contando que Israel armava o país fornecendo de forma clandestina armamentos a Buenos Aires por via aérea através do Peru.

    "Israel foi um dos poucos países que asseguraram armas para a Argentina durante o conflito nas ilhas Malvinas", citou a publicação o então chefe do departamento do Oriente Médio e África do Norte do Ministério das Relações Exteriores do Reino Unido.

    Os dados mostram que Israel continuou suas exportações de equipamento militar para a Argentina depois da guerra.

    As ilhas Malvinas (nome dado na Argentina) ou Falklands (nome dado no Reino Unido) são o objeto de disputa territorial entre a Argentina e o Reino Unido que levou ao conflito armado de 1982. A Argentina tentou conquistar as ilhas que o Reino Unido está controlando desde 1833. O conflito levou as vidas de 649 argentinos e 255 britânicos. A guerra, que durou 72 dias, terminou com a vitória da Grã-Bretanha.

    Mais:

    Força Aérea de Israel ataca alvo do Exército sírio nas Colinas de Golã
    Israel responde a ataque a partir da Faixa de Gaza
    Turquia pode esquecer bloqueio de Gaza em troca de ajuda de Israel na questão síria
    Apoio financeiro dos EUA a Israel é ilegítimo, afirmam especialistas
    Tags:
    apoio, compra, venda, armamentos, conflito, Israel, Ilhas Malvinas, Reino Unido, Argentina
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik