06:00 22 Agosto 2017
Ouvir Rádio
    Caminhão com inscrição Wikileaks em frente à Casa Branca, em Washington DC, Estados Unidos

    WikiLeaks: 'Nova estratégia de Clinton é contra Moscou'

    © flickr.com/ Wikileaks Mobile Informat
    Américas
    URL curta
    41435012

    Nova estratégia da campanha de Hillary Clinton está focada em culpar a Rússia por todos os novos casos de corrupção da candidata à presidência, caso sejam revelados, comunicou o site de WikiLeaks nesta quarta (10).

    "Campanha de Clinton desenvolveu uma nova estratégia. Todas as possíveis futuras revelações de corrupção, associadas à ela, seria uma ação russa", diz mensagem do WikiLeaks, postada na sua página do Twitter.

    Anteriormente, WikiLeaks publicou os e-mails do Partido Democrata dos Estados Unidos. A partir dos documentos publicados, ficou claro que durante as primárias, o partido trabalhava a favor de Clinton, ignorando o rival dela, Bernie Sanders. O escândalo levou à renúncia do chefe do Comitê Nacional do Partido Democrata.

    Clinton, por sua vez, acusou Moscou de hackear os servidores do partido, supostamente, para ajudar nas eleições do republicano Donald Trump. O porta-voz do presidente russo, Dmitry Peskov, disse que tais acusações são absurdas.

    Mais:

    Trump espera que a Rússia 'encontre' os e-mails deletados de Hillary Clinton
    Kremlin comenta palavras de Clinton sobre suposto apoio da Rússia a Trump
    Clinton tem saudades do botão 'reiniciar' EUA-Rússia
    Tags:
    documentos, ataque hacker, presidenciável, acusação, corrupção, campanha eleitoral, estratégia, WikiLeaks, Partido Democrata, Dmitry Peskov, Donald Trump, Hillary Clinton, Washington, Moscou, Rússia, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik