14:14 02 Julho 2020
Ouvir Rádio
    75º aniversário da vitória sobre nazismo
    URL curta
    0 503
    Nos siga no

    Segundo um ex-militar russo, tudo foi feito não só para tornar o evento o mais semelhante possível ao que decorreu em 24 de junho de 1945, como também mostrar as inovações russas atuais.

    A Parada da Vitória de 2020, comemorativa do 75º aniversário do triunfo da URSS na Segunda Guerra Mundial e realizada na quarta-feira (24), foi um sucesso, comentou Viktor Baranets, coronel aposentado e colunista do jornal Komsomolskaya Pravda.

    "A parada me pareceu solene, majestosa e poderosa. Não se trata de um chocalhar de armas, é uma homenagem à memória da grande vitória e dos vencedores", disse Baranets à Sputnik Mundo.

    O ex-militar referiu que as tropas percorreram mais de 1.000 quilômetros em preparação para a parada e que os soldados russos foram acompanhados por representantes de 13 países, incluindo países com tensões mútuas, tais como Índia e China ou Azerbaijão e Armênia, no que pode representar sinais de "reconciliação".

    Soldados do Exército da Índia durante a Parada do 75º aniversário da Vitória na Grande Guerra pela Pátria de 1941-1945, na Praça Vermelha, Moscou
    © Sputnik / Photo host agency
    Parada militar em homenagem ao 75º aniversário da vitória na Grande Guerra pela Pátria

    Nisso a parada contrasta com o tom dos países ocidentais, que ele diz estarem fazendo "todo tipo de insinuações sobre quem desempenhou o papel decisivo na derrota da Alemanha nazista e seus satélites".

    "Nunca antes a nossa parada foi tão violenta e ferozmente atacada pelo Ocidente. A tendência global hoje é politizar tudo o que acontece na Rússia sob um ângulo agressivo, e essa não é a melhor forma de fomentar as relações internacionais."

    "Muitos dos países convidados da OTAN viraram as costas à nossa parada", lamenta.

    Armas exibidas na parada

    Sobre a parada, Baranets diz que "muitos elementos desta parada repetiram a parada de 24 de junho de 1945".

    "Este elemento histórico mostrou a continuidade de gerações. Houve mais de 12 companhias [formações militares] históricas que trajaram exatamente o mesmo uniforme militar com que nossos avós e pais desfilaram em 1945, e com as mesmas armas.

    "Nesta parada, a Rússia mostrou 95% das melhores armas de que dispõe o Exército russo. Nossos cientistas, engenheiros e tecnólogos foram capazes de criar os melhores tipos de armas."

    Lançadores múltiplos de foguetes Tornado-S desfilando durante a Parada militar que marcou o 75º aniversário da Vitória na Grande Guerra pela Pátria de 1941-1945, na Praça Vermelha, Moscou
    © Sputnik / Photo host agency
    Lançadores múltiplos de foguetes Tornado-S desfilando durante parada militar

    Entre as novidades, o especialista destacou "o ímpar sistema múltiplo de foguetes Tornado-S, que é superior a todos os sistemas anteriores e não tem igual no mundo". Ele é, de fato, um dos melhores sistemas do mundo, acrescentou.

    Tanque T-72B3 durante a Parada militar que marcou o 75º aniversário da Vitória na Grande Guerra pela Pátria de 1941-1945, na Praça Vermelha, Moscou
    © Sputnik / Photo host agency
    Tanque T-72B3 durante parada militar

    "Mostramos nossas principais forças blindadas, [os] tanques T-72 e T-90 modernizados, que melhoraram significativamente suas características táticas e técnicas."

    Baranets também destacou os veículos de engenharia de colocação remota de minas e os de remoção remota de minas, que seguiam atrás.

    "O tanque Armata está passando por testes finais. Ninguém mais tem tais tanques."

    Segundo Baranets, "não há veículo de combate igual ao Kurganets-25", que passou pela Praça Vermelha pela primeira vez.

    Sistemas antiaéreos de mísseis e artilharia autopropulsados Derivatsia-PVO e veículos de combate de infantaria em chassi de lagartas Kurganets-25 durante a Parada militar que marca o 75º aniversário da Vitória na Grande Guerra pela Pátria de 1941-1945 na Praça Vermelha, Moscou
    © Sputnik / Photo host agency
    Sistemas antiaéreos de mísseis e artilharia autopropulsados Derivatsia-PVO e veículos de combate de infantaria em chassi de lagartas Kurganets-25 durante parada militar

    O especialista também comentou os sistemas de defesa antiaérea que apareceram na parada.

    Sistemas de mísseis antiaéreos Vityaz S-350 na rua Tverskaya durante a Parada militar que marcou o 75º aniversário da Vitória na Grande Guerra pela Pátria de 1941-1945, na Praça Vermelha, Moscou
    © Sputnik / Ekaterina Chesnokova
    Sistemas de mísseis antiaéreos Vityaz S-350 na rua Tverskaya durante parada militar

    "Enquanto o S-400 tem quatro tubos de lançamento, o [S-350] Vityaz tem muitos canos, logo 12."

    De acordo com Viktor Baranets, a arma consegue neutralizar qualquer ataque aéreo.

    "É um sistema de alta tecnologia que, podemos até dizer, tem inteligência, pois é capaz de determinar os alvos prioritários para serem atingidos."

    "Se falarmos de sistemas de defesa antiaérea da Rússia e de outros países, a Rússia ocupa aqui certamente o primeiro lugar", afirma. "No setor de exportação da Rússia, os sistemas de defesa antiaérea e a aviação ocupam o primeiro lugar [...] Quase que começa uma briga para ver quem vai conseguir obter esses sistemas primeiro. Inclusive a Índia está nos pressionando para vendermos o S-400 o mais rápido possível."

    Sistemas de mísseis antiaéreos Vityaz S-350 na rua Tverskaya durante a Parada militar que marcou o 75º aniversário da Vitória na Grande Guerra pela Pátria de 1941-1945, na Praça Vermelha, Moscou
    © Sputnik / Ekaterina Chesnokova
    Sistemas de mísseis antiaéreos Vityaz S-350 durante parada militar na rua Tverskaya, Moscou

    Uma das estreias da parada foi o sistema de lança-chamas pesado TOS-2 Tosochka.

    "Qualquer coisa que seja atingida pelos projéteis do Tosochka se transforma em brita. O TOS-2 é uma arma para cobertura de áreas, não é uma arma de precisão."

    "Nós mostramos não só o repertório tradicional dos nossos melhores armamentos e mais poderosos, incluindo, claro, os mísseis intercontinentais Yars, mas também o aumento de novas armas, ou seja, a dinâmica de crescimento do nosso potencial de combate."

    Mais:

    No céu, na terra: VÍDEOS mostram o melhor da Parada dos 75 anos da Vitória sobre nazismo
    Celebremos com orgulho os 75 anos da Vitória!
    Parada do 75º aniversário da Vitória na Praça Vermelha em Moscou (FOTOS, VÍDEO)
    Tags:
    S-350, S-400, Armata, T-90, T-72, Tornado-S, OTAN, Armênia, Azerbaijão, China, Índia, Segunda Guerra Mundial, URSS, Komsomolskaya Pravda, Sputnik Mundo, Sputnik, Grande Guerra Pela Pátria, Moscou, Praça Vermelha, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar