04:24 03 Junho 2020
Ouvir Rádio
    75º aniversário da vitória sobre nazismo
    URL curta
    8677
    Nos siga no

    No contexto dos 75 anos do fim da Segunda Guerra Mundial, o presidente da Rússia, Vladimir Putin, disse que seu país não deve ter nenhum sentimento de culpa pela guerra.

    No documentário "Voina za Pamyat" ("Luta pela Memória", na tradução do russo) do jornalista Andrei Kondrashov, transmitido pelo canal de TV Rossiya 1, o presidente russo declarou:

    "Nós não temos e não devemos ter qualquer sentimento de culpa! Nós colocamos no altar da Vitória a vida de 27 milhões de nossos cidadãos – me refiro à União Soviética. Por isso, não há e não deve haver qualquer justificativa para aqueles que tentam reescrever a história."

    O presidente também lembrou os eventos que levaram ao início do conflito mais mortal da história da humanidade.

    "Quem atacou quem em 22 de junho de 1941? Nós atacamos a Alemanha ou foi a Alemanha que nos atacou? Que loucura é essa?", afirmou o líder em referência a tentativas de culpar a União Soviética pela deflagração da Segunda Guerra Mundial.

    Resolução polonesa

    O Sejm, câmara baixa do Parlamento polonês, aprovou em janeiro uma resolução que atribuiu a culpa do início da Segunda Guerra Mundial tanto à Alemanha quanto à União Soviética.

    Da mesma forma, o documento classificou as tropas soviéticas que libertaram a Polônia em 1944-1945 como "forças de ocupação", ignorando diversas fontes e documentos históricos que provam que a URSS ajudou este país a renascer com base na sua cultura e tradições.

    Mais:

    Putin nem pensou em estabelecer condições para ajudar Itália, diz premiê italiano
    'Bando de vira-latas': piloto soviético deixa memórias de alucinantes batalhas aéreas contra o Japão
    GAZ-67: 1º jipe soviético no campo de batalha
    Tags:
    guerra, Vladimir Putin, União Soviética, Polônia, Segunda Guerra Mundial
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar