10:58 27 Maio 2020
Ouvir Rádio
    75º aniversário da vitória sobre nazismo
    URL curta
    Por
    1553
    Nos siga no

    A Sputnik Brasil recomenda filme russo muito original sobre a Segunda Guerra Mundial. Após sofrer queimadura em 90% do corpo, tanquista russo volta para o fronte com uma única missão: capturar e destruir um misterioso tanque branco.

    Conforme se aproximam as comemorações dos 75 anos da vitória na Segunda Guerra Mundial, a Sputnik Brasil recomenda um filme contemporâneo e muito original que trata da ameaça permanente da guerra.

    No filme "Tigre Branco", tanquista russo sobrevive milagrosamente ao ataque de um tanque nazista invencível. Apesar de ter perdido a memória, nosso herói se lembra somente do tanque, apelidado de tigre branco, e retorna ao fronte com a missão de destruí-lo.

    "Você se lembra de alguma coisa? Do seu nome, de onde você é?", pergunta o comandante. "Só lembro que sou russo e que sou tanquista. Não preciso me lembrar de mais nada", responde nosso herói.

    O filme se passa em 1943, data da maior batalha de tanques da história mundial: a batalha de Kursk, travada entre o Exército Vermelho soviético e a Alemanha nazista.

    Dirigido pelo aclamado diretor Karen Shakhnazarov, que comandou as filmagens de "Anna Karenina: A História de Vronsky", "Tigre Branco" foi um dos principais lançamentos do ano de 2012 na Rússia.

    Diretor Karen Shakhnazarov recebe prêmio russo Águia Dourada de melhor filme do ano por Tigre Branco (2012)
    © Sputnik / Ekaterina Chesnokova
    Diretor Karen Shakhnazarov recebe prêmio russo Águia Dourada de melhor filme do ano por "Tigre Branco" (2012)

    "Os filmes de Karen Shakhnazarov têm um recurso recorrente que é utilizar elementos fantásticos ou inexplicáveis para fazer uma crítica a assuntos reais", explicou o crítico de cinema Igor Oliveira à Sputnik Brasil.

    "O tanque 'tigre branco' é uma alegoria, um aviso de que o mal está sempre à espreita. E isso vai ser colocado de maneira genial nos momentos finais do filme, quando o próprio Hitler fala sobre a guerra, ao pé da lareira", contou.

    No entanto, para Oliveira "o mais importante do filme não é o conflito", mas como "está sempre ameaçando a voltar". Por isso, "'Tigre Branco' traz um tema muito atual [...] porque a ameaça [de conflito] está aí", lamentou.

    Ator alemão Karl Kranzkowski, que interpreta Hitler no filme Tigre Branco (2012), no set de filmagem, nos estúdios Mosfilm, em 2011
    © Sputnik / Aleksei Filippov
    Ator alemão Karl Kranzkowski, que interpreta Hitler no filme "Tigre Branco" (2012), no set de filmagem, nos estúdios Mosfilm, em 2011

    Para o crítico, o filme será bem recebido pelos brasileiros, que estão acostumados a ver a guerra representada "a partir da perspectiva do cinema norte-americano".

    Para ele, os filmes de guerra russos são focados no "drama pessoal" daqueles que enfrentaram a guerra, enquanto o cinema norte-americano mostraria os conflitos de forma "universalista", focada na missão coletiva de "salvar o mundo".

    "O que você vê no cinema russo e soviético é que eles foram lá e salvaram de fato, sem ficar floreando muito. É um pouco mais realista", notou.

    Comandante em busca de tanque misterioso no filme Tigre Branco (2012)
    © Foto / Mosfilm (2012)
    Comandante em busca de tanque misterioso no filme "Tigre Branco" (2012)

    O filme "Tigre Branco" foi disponibilizado no Brasil pela primeira vez pelo projeto CPC-UMES Filmes, que, em parceria com os estúdios Mosfilm, reuniu uma biblioteca impressionante de filmes russos e soviéticos legendados para o português.

    Essa obra-prima do cinema contemporâneo russo ficará disponível somente nos dias 21 e 22 de abril. Acesse aqui o filme "Tigre Branco". A Sputnik Brasil deseja uma ótima sessão de cinema e faz votos para que você fique em casa nessa quarentena.

    Mais:

    Quarentena com Sputnik Brasil: melhor comédia soviética com máquina do tempo e czar russo
    Quarentena com Sputnik Brasil: ficção científica russa pode trazer respostas em tempos de COVID-19
    Quarentena com Sputnik Brasil: conheça o Museu Hermitage sem sair de casa
    Quarentena com Sputnik Brasil: animações russas nos levam ao lado oculto da Lua
    Tags:
    quarentena, Segunda Guerra Mundial, cinema russo, filmes, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar