Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Tragédia da Ucrânia é 'irresponsabilidade' e egoísmo geopolítico de países do G7, diz senador russo

© AP Photo / Efrem LukatskyPresidente ucraniano Vladimir Zelensky (à direita) e chanceler alemão Olaf Scholz participam de coletiva de imprensa conjunta depois das negociações no Palácio Mariinsky, Kiev, 14 de fevereiro de 2022
Presidente ucraniano Vladimir Zelensky (à direita) e chanceler alemão Olaf Scholz participam de coletiva de imprensa conjunta depois das negociações no Palácio Mariinsky, Kiev, 14 de fevereiro de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 23.06.2022
Nos siga noTelegram
A tragédia da Ucrânia é da responsabilidade ou, mais precisamente, da irresponsabilidade e egoísmo geopolítico dos países do G7, afirma o vice-presidente do Conselho da Federação da Rússia, Konstantin Kosachev.

"Os líderes do G7 na cúpula na Alemanha pretendem promover uma visão do mundo baseada em princípios de liberdade e abertura, não em coerção, agressão e criação de esferas de influência", escreveu o alto funcionário russo no seu canal no Telegram.

Segundo ele, se os políticos em Kiev que tomaram o poder depois do Euromaidan tivessem promovido no seu próprio país os princípios mencionados, "a paz na Ucrânia teria sido mantida, e a própria Ucrânia não teria se desintegrado nas partes ocidental e oriental".
Negociações sendo realizadas por videoconferência entre o presidente russo, Vladimir Putin, e o líder chinês, Xi Jinping - Sputnik Brasil, 1920, 22.06.2022
Panorama internacional
Crise ucraniana demonstra que expansão de blocos militares agrava conflitos, diz líder chinês
Mais do que isso, disse, se os líderes do G7 tivessem insistido desde o início nessa visão da Ucrânia, como a Rússia fez desde o início, a Ucrânia "não teria tido outra escolha senão se tornar um Estado livre, civilizado e democrático para todos os seus cidadãos", sublinhou o legislador.
"Mas não se tornou. Líderes do G7: a tragédia da Ucrânia é de sua responsabilidade direta! Mais precisamente – de sua irresponsabilidade e egoísmo geopolítico", concluiu.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала