Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

'História não será reescrita', diz embaixador da Rússia no aniversário do ataque nazista à URSS

© Sputnik / Ilia PitalevEmbaixador russo em Washington, Anatoly Antonov, em registro feito no dia 21 de março de 2022
Embaixador russo em Washington, Anatoly Antonov, em registro feito no dia 21 de março de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 22.06.2022
Nos siga noTelegram
O embaixador russo nos Estados Unidos, Anatoly Antonov, enfatizou a necessidade de evitar que a história seja reescrita no 81º aniversário da invasão nazista da União Soviética, a maior tragédia da história do país.
A fala foi feita em uma cerimônia diante da Embaixada da Rússia em Washington, nos EUA, nesta quarta-feira (22).
“Hoje, podemos dizer que, infelizmente, estávamos enganados naquela época. Então estávamos todos unidos por essa vitória e hoje somos obrigados a erradicar essas raízes do nazismo que brotaram, inclusive, devo confessar sinceramente a vocês, em nossa terra, em terra soviética, na terra da Ucrânia e em alguns outros lugares, e devemos lutar. Este é o nosso destino", disse Antonov.
O professor Lucas Rubio, vestido de soldado do Exército Vermelho, e , e Egor Sergachev, chefe do protocolo do Consulado da Rússia no Rio de Janeiro, em 9 de maio de 2022.  - Sputnik Brasil, 1920, 09.05.2022
Notícias do Brasil
'Combater o nazismo nunca foi tão importante': evento celebra Dia da Vitória no Rio de Janeiro
Ele disse que quando a vitória sobre o nazismo foi conquistada, era impossível imaginar que as raízes do nazismo ainda iriam germinar e focos nazistas poderiam surgir em algumas áreas.

"Hoje é especialmente importante enfatizar, e quero contar firmemente com seu apoio. Não podemos permitir que a história seja reescrita. Não podemos permitir que as pessoas aqui na América e na Europa Ocidental digam que os russos e os alemães são os [únicos] culpados pelo que aconteceu em 1941-1945. Devemos traçar uma linha clara entre esses assassinos-carrascos e os nossos heróis-libertadores", disse Antonov.

A cerimônia de acendimento das velas em frente à Embaixada ocorreu exatamente 81 anos depois que a Alemanha nazista invadiu a União Soviética atacando Brest, Kiev e outras cidades soviéticas com a maior força na história da guerra.
Todos os anos, no dia 22 de junho, milhares de pessoas na Rússia e em outros países acendem velas em memória das vítimas da Grande Guerra pela Pátria, e o evento também se tornou uma tradição para a Embaixada em Washington.
Colunas de combatentes se dirigem à frente de batalha a partir de Moscou, 23 de junho de 1941 - Sputnik Brasil, 1920, 22.06.2021
'Resistência inquebrável': como Exército Vermelho se defendeu no início da Grande Guerra pela Pátria
Os participantes da cerimônia homenagearam a memória das vítimas da Segunda Guerra Mundial com um minuto de silêncio.
O evento contou com a presença de diplomatas russos e suas famílias, bem como representantes da mídia russa.
A Grande Guerra pela Pátria durou 1.418 dias e terminou em 9 de maio de 1945, quando a Alemanha nazista foi derrotada pelas tropas russas.
O dia 22 de junho é observado anualmente na Rússia e em algumas outras repúblicas pós-soviéticas como o Dia da Lembrança das Vítimas da Grande Guerra pela Pátria.
O presidente da Rússia, Vladimir Putin, durante seu discurso no Dia da Vitória, na Praça Vermelha, 9 de maio de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 09.05.2022
Panorama internacional
Discurso do presidente da Rússia, Vladimir Putin, no Dia da Vitória (VÍDEO)
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала