Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Crise ucraniana demonstra que expansão de blocos militares agrava conflitos, diz líder chinês

© Sputnik / Mikhail Metsel  / Abrir o banco de imagensNegociações sendo realizadas por videoconferência entre o presidente russo, Vladimir Putin, e o líder chinês, Xi Jinping
Negociações sendo realizadas por videoconferência entre o presidente russo, Vladimir Putin, e o líder chinês, Xi Jinping - Sputnik Brasil, 1920, 22.06.2022
Nos siga noTelegram
A atual crise ucraniana demonstra que a expansão de blocos militares inevitavelmente leva ao dilema de segurança, afirmou na quarta-feira (22) o presidente da República Popular da China, Xi Jinping, ao discursar no Fórum Empresarial do BRICS.
"A história nos mostra que o hegemonismo, a política de formação de blocos e o confronto de campos não nos trazem paz nem segurança, mas levam a guerras e conflitos."

"A atual crise ucraniana mais uma vez demonstrou que a confiança na força, a expansão dos blocos militares e o desejo de garantir a sua segurança através da segurança de outros países inevitavelmente levam ao dilema de segurança", disse Xi Jinping, citado pela agência Xinhua.

O presidente chinês acrescenta que a esperança para a paz só será possível se "todos se lembrarem das lições da guerra".

"A comunidade internacional tem que deixar de participar dos jogos de soma zero e se unir para enfrentar o hegemonismo e às políticas de poder, bem como construir um novo tipo de relações internacionais baseado na confiança mútua e na justiça", salientou Xi Jinping.

Secretário-geral da OTAN, Jens Stoltenberg, responde às perguntas dos jornalistas após reunião do Conselho OTAN-Rússia em Bruxelas  - Sputnik Brasil, 1920, 22.06.2022
Panorama internacional
Derrota na Ucrânia significaria fim da OTAN, diz ex-inspetor de armamento da ONU
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала