Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Após conversa com Maduro, Petro anuncia que Colômbia e Venezuela vão reabrir fronteiras

© AP Photo / Fernando VergaraO candidato presidencial Gustavo Petro, da coalizão Pacto Histórico, gesticula durante uma reunião em Bogotá, Colômbia, quarta-feira, 8 de junho de 2022
O candidato presidencial Gustavo Petro, da coalizão Pacto Histórico, gesticula durante uma reunião em Bogotá, Colômbia, quarta-feira, 8 de junho de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 22.06.2022
Nos siga noTelegram
A fronteira entre as duas nações é a mais movimentada da América Latina e foi fechada em 2019 após o rompimento das relações entre Caracas e Bogotá, embora a passagem de veículos já estivesse restrita desde 2015.
O recém-presidente eleito da Colômbia, Gustavo Petro, anunciou nesta quarta-feira (22) que reabrirá a fronteira com a Venezuela, após conversar com o presidente Nicolás Maduro, segundo o jornal O Globo.
"Eu me comuniquei com o governo venezuelano para abrir as fronteiras e restabelecer o pleno exercício dos direitos humanos na área", afirmou Petro.
A mídia afirma que após o anúncio, Maduro confirmou ter conversado com Petro sobre a "disposição de restabelecer a normalidade nas fronteiras". Mais cedo, o chanceler venezuelano, Carlos Faria, disse que Caracas espera "construir uma nova era" na relação entre as duas nações.
"Conversei com o presidente eleito da Colômbia, Gustavo Petro, e em nome do povo venezuelano, o parabenizei por sua vitória. Conversamos sobre a disposição de restabelecer a normalidade nas fronteiras, diversos temas sobre a paz e o futuro próspero de ambos os povos", declarou Maduro.
Bogotá abriga dois milhões dos seis milhões de venezuelanos que migraram devido à crise em seu país nos últimos cinco anos. A fronteira entre os dois países, a mais movimentada da América Latina, foi fechada em 2019 após o rompimento das relações, embora a passagem de veículos já estivesse restrita desde 2015.
Os dois países compartilham mais de 2,2 mil quilômetros de fronteiras. Até o fechamento da passagem, milhares de venezuelanos e colombianos atravessavam a fronteira rotineiramente para atividades de natureza comercial, educacional e sanitária.
Ministro das Relações Exteriores do Brasil, Carlos França, durante conferência de imprensa conjunta com seu homólogo russo, Sergei Lavrov, em Moscou, Rússia, 30 de novembro de 2021  - Sputnik Brasil, 1920, 27.05.2022
Panorama internacional
Brasil pode não seguir EUA e se manter afastado da Venezuela em ano eleitoral, diz analista
A fronteira também foi palco de múltiplos ataques de grupos armados irregulares contra as forças públicas colombianas e venezuelanas e de um ataque com rajadas de fuzil contra um helicóptero em que o presidente, em fim de mandato, Iván Duque Márquez estava.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала