Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Maduro defende aliança com Irã em oposição a EUA e Israel: 'O século XXI é nosso'

© AFP 2022 / FEDERICO PARRAPresidente da Venezuela, Nicolás Maduro
Presidente da Venezuela, Nicolás Maduro - Sputnik Brasil, 1920, 21.06.2022
Nos siga noTelegram
O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, defendeu nesta terça-feira (21) a aliança firmada com o Irã neste mês, chamada de "Eixo de Resistência", e criticou "métodos imperialistas" aplicados pelos Estados Unidos e seu aliado Israel.

"O 'Eixo de Resistência' existe em todo o mundo. Existe na África, na Ásia, no Oriente Médio, na América Latina e no Caribe. A resistência também pertence às pessoas que lutam contra o neoliberalismo, o racismo e as várias formas de colonização: política, econômica, cultural e cibercolonização", disse Maduro em entrevista ao Khamenei.ir, site oficial do líder supremo iraniano, Ali Khamenei.

Maduro comemorou o bom relacionamento entre a Venezuela e o Irã, lembrando que a parceria começou a ser forjada há mais de duas décadas com a visita ao Irã, em 2001, do falecido ex-presidente venezuelano Hugo Chávez.

"Todos nós que lutamos contra o colonialismo, que lutamos para descolonizar nossas mentes e nosso povo, fazemos parte do 'Eixo de Resistência', que se opõe aos métodos dos imperialistas para impor uma hegemonia ao mundo. O século XXI é o nosso século", ressaltou o presidente venezuelano.

Maduro disse ainda que os EUA e Israel tentaram sufocar a Venezuela por seu papel como uma "alternativa de verdade, justiça, liberdade e democracia" e devido à sua "forte posição de solidariedade ao povo palestino".
O presidente dos EUA, Joe Biden, fala na Sala Leste da Casa Branca em Washington, 13 de junho de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 14.06.2022
Panorama internacional
EUA mantêm relação dúbia na Venezuela ao 'calibrar a política de sanções' com o país
Maduro visitou o Irã no início deste mês para assinar um acordo de cooperação de 20 anos, incluindo uma rota aérea direta entre Caracas e Teerã, um plano de exportação de café venezuelano para a república islâmica e oportunidades para empresas iranianas investirem no país latino-americano.
Durante a viagem, o líder venezuelano destacou que o "amor, a amizade e a fraternidade" entre os dois países "não conhece distância" e apelidou a Revolução Iraniana de 1979 e a Revolução Bolivariana de 1999 de "revoluções irmãs".
© AFP 2022 / Presidência do IrãPresidente do Irã, Ebrahim Raisi (à esquerda), e presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, durante declaração conjunta após reunião em Teerã, em 11 de junho de 2022
Uma foto fornecida pela presidência iraniana mostra o presidente do Irã Ebrahim Raisi (D) e o presidente da Venezuela, Nicolás Maduro (E), fazendo uma declaração conjunta após sua reunião na capital Teerã em 11 de junho de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 21.06.2022
Presidente do Irã, Ebrahim Raisi (à esquerda), e presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, durante declaração conjunta após reunião em Teerã, em 11 de junho de 2022. Foto de arquivo
O "Eixo da Resistência" é um termo iraniano que se refere a uma aliança política e militar informal anti-EUA, anti-israelense e antissaudita, que contempla o Irã, a Síria e o grupo Hezbollah. As milícias das Forças de Mobilização Popular do Iraque e os combatentes houthis do Iêmen são ocasionalmente listados como parte do Eixo da Resistência.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала