Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Eslovênia envia 35 veículos de combate M-80 à Ucrânia, diz mídia

CC BY 3.0 / Srđan Popović / BVP М80А VSVeículos de infantaria M-80 do Exército sérvio
Veículos de infantaria M-80 do Exército sérvio - Sputnik Brasil, 1920, 21.06.2022
Nos siga noTelegram
As autoridades eslovenas entregaram à Ucrânia e enviaram por via ferroviária 35 carros de combate M-80 fabricados na antiga Iugoslávia, comunica o portal 24ur.com.
"A Eslovênia entregou de graça à Ucrânia 35 veículos de combate de infantaria com canhão de 20 milímetros, ainda de produção iugoslava", afirmou ao portal o ministro da Defesa esloveno, Marjan Sarec.
Nas fotos divulgadas, é possível ver os VCI carregados em plataformas ferroviárias na estação de Prestranek, na parte central da Eslovênia, prontos para ser enviados para a Ucrânia através da Polônia. Salienta-se que os Estados Unidos, em troca, vão conceder apoio financeiro a Liubliana para comprar novos equipamentos militares. O valor do apoio não foi divulgado.
© Foto / 24ur.comVeículos de infantaria eslovenos M-80, de produção iugoslava, enviados para a Ucrânia
Veículos de infantaria eslovenos M-80, de produção iugoslava, enviados para a Ucrânia - Sputnik Brasil, 1920, 21.06.2022
Veículos de infantaria eslovenos M-80, de produção iugoslava, enviados para a Ucrânia
No final de fevereiro, o então ministro da Defesa esloveno Matei Tonin afirmou que Liubliana ia entregar a Kiev capacetes, espingardas e munições. Junto com o governo alemão, a Eslovênia se preparava para fornecer a Kiev algumas dezenas de tanques M-84, da modificação iugoslava T-72. Liubliana entregará a Kiev tanques, em troca Berlim vai fornecer à Eslovênia veículos de combate de infantaria Marder e VBTP (veículos blindados de transporte pessoal) Fuchs.
Os eslovenos expressaram a vontade de obter da Alemanha tanques Leopard 2, VBTB Boxer e Puma. Os resultados das negociações não foram divulgados.
Antes, a Rússia advertiu todos os países, inclusive os Estados Unidos, contra o fornecimento das armas à Ucrânia. O ministro das Relações Exteriores russo, Sergei Lavrov, destacou que qualquer veículo transportando armamento para a Ucrânia se tornaria um alvo legítimo para a Rússia. O ministério russo declarou que os países da OTAN estão brincando com o fogo ao fornecer armas à Ucrânia.
O porta-voz do presidente russo, Dmitry Peskov, observou por sua vez que, ao inundar a Ucrânia com armas, o Ocidente não está contribuindo para o sucesso das negociações russo-ucranianas e que isso só prolongaria o conflito armado.
Apoiadores do partido italiano M5S em comício na cidade de Roma, em 2 de março de 2018 - Sputnik Brasil, 1920, 19.06.2022
Panorama internacional
Maior partido da Itália se divide sobre envio de suprimentos de armas para a Ucrânia
Em 24 de fevereiro, a Rússia começou uma operação militar na Ucrânia. O presidente Vladimir Putin declarou que o seu objetivo era "salvar as pessoas que ao longo de oito anos têm sofrido intimidações e genocídio por parte do regime de Kiev".
Para isso, segundo o presidente, a Rússia planeja efetuar uma "desmilitarização" e uma "desnazificação" da Ucrânia, bem como entregar à justiça os criminosos de guerra responsáveis pelos "crimes sangrentos contra civis" de Donbass. De acordo com o Ministério da Defesa, as Forças Armadas russas atacam apenas a infraestrutura militar e as tropas ucranianas sem realizar ataques contra alvos civis em cidades.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала