Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Argentina reivindicará direitos sobre ilhas Malvinas na ONU

© AP Photo / Natacha PisarenkoHomem segura bandeira da Argentina com uma mensagem dizendo: "Nós voltaremos!", durante aniversário do conflito nas ilhas Malvinas entre Reino Unido e Argentina
Homem segura bandeira da Argentina com uma mensagem dizendo: Nós voltaremos!, durante aniversário do conflito nas ilhas Malvinas entre Reino Unido e Argentina - Sputnik Brasil, 1920, 21.06.2022
Nos siga noTelegram
O ministro das Relações Exteriores da Argentina, Santiago Cafiero, viajará a Nova York para reivindicar diante do Comitê Especial de Descolonização das Nações Unidas os direitos argentinos sobre as ilhas Malvinas.
Em comunicado, o governo argentino informou que solicitará que o "Reino Unido retome as negociações com a Argentina para encontrar uma solução pacífica e definitiva à controvérsia de soberania sobre as ilhas Malvinas, Geórgia do Sul, Sandwich do Sul e os espaços marítimos circundantes".
Anteriormente, o país sul-americano reagiu às declarações do secretário de Defesa britânico, Ben Wallace, que afirmou que defenderia as ilhas Malvinas de "valentões", dizendo que são "absolutamente inapropriadas e inaceitáveis", e pediu a Londres que cumpra "as múltiplas resoluções da ONU".
Na ocasião, o ministério também reiterou que "o Reino Unido deve cumprir as múltiplas resoluções da ONU que pedem uma solução negociada para a disputa de soberania sobre as Malvinas, Geórgia do Sul, Sandwich do Sul e os espaços marítimos correspondentes".
Helicópteros militares CH-47 Chinook dos EUA - Sputnik Brasil, 1920, 14.06.2022
Argentina negocia compra de 4 helicópteros CH-47 dos EUA
As ilhas Malvinas, localizadas na província da Terra do Fogo, no extremo sul do oceano Atlântico, foram governadas pela administração argentina desde 1829.
Em 1833, o Reino Unido ocupou o arquipélago, retirando as autoridades sul-americanas, para dominar a região.
Em 1982, a ditadura argentina decidiu invadir as ilhas e recuperá-las, porém o país sul-americano foi derrotado. Naquela ocasião, 649 militares argentinos morreram, assim como 255 britânicos.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала