Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Relações com os EUA caíram para 'ponto zero Kelvin', diz Medvedev

© Sputnik / Ekaterina ShtukinaDmitry Medvedev, presidente do Conselho de Segurança da Rússia, fala em videoconferência do partido Rússia Unida, foto publicada em 1º de junho de 2022
Dmitry Medvedev, presidente do Conselho de Segurança da Rússia, fala em videoconferência do partido Rússia Unida, foto publicada em 1º de junho de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 20.06.2022
Nos siga noTelegram
O ex-presidente da Rússia não viu necessidade de retomar as relações com os EUA na atual situação, incluindo sobre as negociações do acordo bilateral de limitação de ogivas nucleares START III.
A Rússia não tem nenhuma relação com os EUA neste momento e não se vê necessidade de as descongelar, segundo Dmitry Medvedev, ex-presidente da Rússia (2008-2012) e vice-presidente do Conselho de Segurança do país.
"Não temos nenhumas relações agora com os EUA. Elas estão no ponto zero Kelvin. Nem há necessidade de descongelá-las hoje. Nem há igualmente necessidade de negociar com eles. Isso seria ruim para a Rússia", respondeu ele a uma pergunta da Sputnik.
"Deixe-os vir correndo ou rastejando eles mesmos para pedirem isso, e que apreciem isso como um favor especial. Caso contrário, parecia o seguinte: eles nos fazem puras grosserias, enquanto nós – por favor, recebam um acordo nuclear [...] É improdutivo, perigoso e seria visto como uma demonstração de fraqueza. Que eles avaliem esse diálogo a sério e o peçam em todas as ruas e becos", expressou.
Bandeiras da Rússia e dos EUA, exibidas antes de cúpula entre Vladimir Putin e Joe Biden, presidentes da Rússia e dos EUA, respetivamente, na ponte Mont Blanc em Genebra, Suíça - Sputnik Brasil, 1920, 14.02.2022
Panorama internacional
Kremlin: infelizmente, relações entre Rússia e EUA 'praticamente estão no chão'
Sobre o Tratado de Redução de Armas Estratégicas (Novo START ou START III), que prevê que a Rússia e os EUA limitem seus estoques de ogivas nucleares, Medvedev também sugeriu não ser o momento mais oportuno de o discutir.
"Isso dependerá da decisão do presidente do país. Da minha parte, como alguém que esteve diretamente envolvido no START III e o assinou [como presidente da Rússia] em 2010, acho que o momento para novas negociações é o mais inoportuno", disse o vice-presidente do Conselho de Segurança russo, acrescentando que em 2021 a situação em torno das conversações sobre um novo acordo ainda era diferente, mas "agora acabou-se: é zona morta".
O START III é o único mecanismo de controle de armas nucleares entre os EUA e a Rússia. O documento foi prorrogado por cinco anos, até 2026, no início da administração de Joe Biden. A Rússia e os EUA começaram negociações sobre as condições de um futuro tratado de limitação de armas nucleares, mas o diálogo foi interrompido após o início da operação militar especial russa na Ucrânia.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала