Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Fabricantes estrangeiras de carros negociam retorno da produção na Rússia, diz governador de Kaluga

© Sputnik / Grigoriy Sisoev / Abrir o banco de imagensProdução de veículos Volkswagen em Kaluga, na Rússia
Produção de veículos Volkswagen em Kaluga, na Rússia - Sputnik Brasil, 1920, 18.06.2022
Nos siga noTelegram
Neste sábado (18), o governador de Kaluga, Vladislav Shapsha, disse à Sputnik que diversas fabricantes estrangeiras de automóveis negociam opções para reiniciar a produção em suas fábricas na região russa.
A região de Kaluga tem cerca de um milhão de habitantes e fica localizada na porção ocidental da Rússia. A capital da região, Kaluga, fica a cerca de 180 km de Moscou.
"Não vou nomear as companhias, mas algumas delas estão planejando reiniciar o trabalho em breve, enquanto outras pensam que não reabrirão este ano, mas estão realizando esforços para recomeçar assim que possível", disse o governador de Kaluga.
Shapsha não listou as fabricantes, mas diversas companhias estão presentes na região. É o caso da Volkswagen, Volgo e da PSMA Rus, uma joint-venture entre a Peugeot Citroen e a Mitsubishi Motors.
© Sputnik / Aleksandr Galperin / Abrir o banco de imagensO governador da região de Kaluga, Vladislav Shapsha, concede entrevista à RIA Novosti durante o Fórum Econômico Internacional de São Petersburgo, em 18 de junho de 2022
O governador da região de Kaluga, Vladislav Shapsha, concede entrevista à RIA Novosti durante o Fórum Econômico Internacional de São Petersburgo, em 18 de junho de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 18.06.2022
O governador da região de Kaluga, Vladislav Shapsha, concede entrevista à RIA Novosti durante o Fórum Econômico Internacional de São Petersburgo, em 18 de junho de 2022
O governador de Kaluga também disse à Sputnik, em uma conversa às margens do Fórum Econômico Internacional de São Petersburgo, que as fábricas foram fechadas por questões logísticas ligadas às interrupções nas cadeias de insumos.
Desde o início da operação militar especial russa na Ucrânia diversas empresas estrangeiras deixaram a Rússia em meio a uma série de sanções econômicas impostas pelos EUA e seus aliados, principalmente da União Europeia (UE). Entre as empresas que deixaram o país ou reduziram seus negócios na Rússia estão McDonald's, Nike e Apple.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала