- Sputnik Brasil, 1920
Notícias do Brasil
Notícias sobre política, economia e sociedade do Brasil. Entrevistas e análises de especialistas sobre assuntos que importam ao país.

Caso Bruno e Dom: 3º suspeito do assassinato se entrega à PF no Amazonas

© AFP 2022 / Carl de SouzaUm manifestante segura uma faixa com o jornalista britânico desaparecido Dom Philipps e o especialista indígena brasileiro Bruno Pereira lendo “Onde estão eles?” na praia de Copacabana, no Rio de Janeiro, Brasil, em 12 de junho de 2022
Um manifestante segura uma faixa com o jornalista britânico desaparecido Dom Philipps e o especialista indígena brasileiro Bruno Pereira lendo “Onde estão eles?” na praia de Copacabana, no Rio de Janeiro, Brasil, em 12 de junho de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 18.06.2022
Nos siga noTelegram
Jefferson da Silva Lima, se entregou à Polícia Federal em Atalaia do Norte hoje (18). Além de Jefferson, os irmãos Amarildo Oliveira e Oseney Oliveira também estão presos por envolvimento no crime que tem como pano de fundo denúncia de pesca ilegal feita por Bruno.
Na manhã deste sábado (18), a Polícia Federal prendeu mais um suspeito de ter participado do assassinato do indigenista Bruno Pereira, 41, e do jornalista britânico Dom Phillips, 57, no Amazonas, segundo o jornal Valor Econômico.
Jefferson da Silva Lima, que tem o apelido de Pelado da Dinha, é o terceiro investigado preso no caso. Segundo a PF, Jefferson se encontrava foragido e se entregou na Delegacia de Polícia de Atalaia do Norte. Ele será interrogado e encaminhado para audiência de custódia.
Dois homens estão detidos pela morte de Bruno e Dom: Amarildo Oliveira, conhecido como Pelado, e o irmão dele, Oseney de Oliveira, o Dos Santos. Pelado prestou depoimento na terça (14) e confessou ter participado da morte do indigenista e do jornalista, de acordo com a polícia. Na quarta-feira (15), ele levou os investigadores ao local do crime.
Funcionários da Fundação Nacional do Índio protestam pelo desaparecimento do jornalista britânico Dom Phillips e do especialista em assuntos indígenas brasileiros Bruno Pereira, em Brasília, em 9 de junho de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 11.06.2022
Notícias do Brasil
Lavagem de dinheiro de tráfico do Peru e Colômbia com pesca ilegal pode estar ligada à caso no AM
Dois corpos foram localizados na região. A perícia concluiu nesta sexta-feira (17) que um deles é de Dom, conforme noticiado.
A polícia ainda apura a motivação do crime. Investigadores que atuam no caso têm afirmado reservadamente que as evidências e provas até o momento reforçam a hipótese de que as atividades ilegais de pesca e a caça na região são o pano de fundo do caso.
O presidente brasileiro Jair Bolsonaro gesticula durante a cerimônia de posse de novos ministros no Palácio do Planalto, em Brasília, em 31 de março de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 16.06.2022
Notícias do Brasil
Liderança da UE diz que crime no AM é fruto da postura de Bolsonaro; aliados criticam presidente
A perícia ainda aguarda o material genético de Bruno para poder confirmar se os remanescentes humanos encontrados são dele.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала