Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

'Ato de agressão': Cuba condena restrições de vistos dos EUA contra funcionários cubanos

© AFP 2022 / Jorge Luis BanosBruno Rodríguez, ministro das Relações Exteriores cubano, após coletiva de imprensa em Havana, Cuba, 25 de abril de 2022
Bruno Rodríguez, ministro das Relações Exteriores cubano, após coletiva de imprensa em Havana, Cuba, 25 de abril de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 18.06.2022
Nos siga noTelegram
A chancelaria de Cuba fez duras críticas às novas restrições aplicadas pelos EUA ao país, ao restringir os vistos a cinco funcionários de Havana, cujos nomes não foram revelados.
As sanções dos EUA aplicadas a cinco funcionários cubanos são um "ato de agressão", disse na sexta-feira (17) Bruno Rodríguez, ministro das Relações Exteriores de Cuba.
Mais uma vez, os EUA recorrem a medidas coercitivas contra Cuba como um ato de agressão, com sanções individuais baseadas em acusações ameaçadoras e absolutamente infundadas.
Eles não nos fazem ajoelhar, apenas provocam nossa mais enérgica rejeição.
Na quinta-feira (16), em conformidade com o Decreto Presidencial 5377, o Departamento de Estado dos EUA aplicou restrições de vistos a cinco funcionários de Cuba.
A medida "suspende a entrada de não imigrantes nos Estados Unidos de oficiais e funcionários do governo cubano", cujos nomes não foram revelados.
A administração de Joe Biden, presidente dos EUA, tem largamente continuado a política de seu antecessor Donald Trump, sancionando funcionários de Havana por suposta violação de direitos humanos após protestos cubanos em meados de 2021, e recusando a participação de Cuba na Cúpula das Américas, apesar de um alívio nos processos de imigração, transferências financeiras e voos bilaterais em 16 de maio.
As últimas sanções dos EUA contra Cuba foram impostas em janeiro de 2022, contra oito funcionários do país insular.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала