Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Em meio a envio de armas, EUA dizem que conflito na Ucrânia deve ser resolvido por via diplomática

© AP Photo / Susan WalshO assessor de Segurança Nacional da Casa Branca, Jake Sullivan, durante evento na Casa Branca em Washington, no dia 26 de outubro de 2021
O assessor de Segurança Nacional da Casa Branca, Jake Sullivan, durante evento na Casa Branca em Washington, no dia 26 de outubro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 17.06.2022
Nos siga noTelegram
Jake Sullivan, assessor de Segurança Nacional dos EUA, disse nesta quinta-feira (16) que o conflito na Ucrânia tem de ser resolvido diplomaticamente. Mídias próximas aos serviços secretos dos EUA informaram sobre crescentes preocupações relativamente à posição de linha dura de Kiev em meio à deterioração da situação no campo da batalha.
Os EUA continuarão a ajudar a Ucrânia "na medida do possível", afirmou Sullivan, "primeiro no campo de batalha, e seguidamente, na mesa das negociações. Pensamos que isto tem de acabar por via diplomática", disse o assessor em seu discurso no Centro para a Nova Segurança Americana (CNAS, na sigla em inglês).
O secretário-geral da OTAN, Jens Stoltenberg, por sua vez, sugeriu que a Ucrânia poderia ter que abdicar de algum território a fim de alcançar a paz. Sullivan observou que tal decisão dependia inteiramente de Kiev.
O presidente francês, Emmanuel Macron, participa de encontro no Palácio do Eliseu, em Paris, 3 de junho de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 16.06.2022
Panorama internacional
Ocidente concordou em não fornecer aviões de combate e tanques à Ucrânia, diz Macron
O canal de TV NBC News informou que o presidente dos EUA Joe Biden teria ficado "descontente" quando o secretário de Estado Antony Blinken e o secretário de Defesa Lloyd Austin falaram sobre "vencer" a guerra no final de abril, depois de visitar Kiev.
Embora Biden tenha dito a Austin e Blinken para "baixar o tom", não há indícios de que o chefe do Pentágono tenha feito isso.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала