Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

China lança 3º porta-aviões de nova geração com avançada tecnologia de lançamento de aviões (VÍDEO)

© AFP 2022 / CCTVCaptura de tela de um vídeo da emissora estatal chinesa CCTV mostra a cerimônia de lançamento do Fujian, um porta-aviões do Exército de Libertação Popular (ELP) em um estaleiro em Xangai, 17 de junho de 2022
Captura de tela de um vídeo da emissora estatal chinesa CCTV mostra a cerimônia de lançamento do Fujian, um porta-aviões do Exército de Libertação Popular (ELP) em um estaleiro em Xangai, 17 de junho de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 17.06.2022
Nos siga noTelegram
Nesta sexta-feira (17), a China lançou um porta-aviões de nova geração, o primeiro navio deste tipo a ser projetado e construído na China, em um marco que busca expandir o alcance e o poder da sua Marinha.
Mídia chinesa informou na manhã de hoje que o porta-aviões Type 003, batizado de Fujian, deixou a doca seca em um estaleiro de Xangai e atracou em um cais próximo.
A emissora oficial CCTV mostrou pessoal da Marinha perto do enorme navio, jatos d’água pulverizados sob o convés e fumaça colorida sendo liberada.
Equipado com a mais recente tecnologia de armamento e lançamento de aeronaves, as capacidades do navio Type 003 são consideradas como rivais às dos porta-aviões dos países ocidentais, enquanto Pequim busca transformar a sua Marinha, que já é a maior do mundo, em uma força multiporta-aviões, escreve jornal The Washington Post.
"Este é um marco importante para o complexo militar-industrial da China", disse Ridzwan Rahmat, analista da empresa de inteligência de defesa Janes.
O Type 003 possui catapultas eletromagnéticas, este sistema coloca menos pressão sobre a aeronave do que os sistemas de lançamento de catapulta mais antigos, e o uso de uma catapulta significa que o navio será capaz de lançar uma variedade mais ampla de aeronaves, o que é necessário para que a China seja capaz de projetar o poder naval em um alcance maior, explicou o analista.
Ao mesmo tempo, os EUA têm vindo a aumentar o seu foco na região, incluindo no mar do Sul da China.
Porta-aviões USS Abraham Lincoln (CVN 72) (imagem referencial) - Sputnik Brasil, 1920, 12.06.2022
Panorama internacional
Tecnologia chinesa pode neutralizar porta-aviões dos EUA, alerta think tank ligado ao Pentágono
A Marinha dos Estados Unidos tem enviado navios de guerra que navegam em zonas sensíveis para Pequim no mar do Sul da China, onde as autoridades chinesas têm construído ilhas artificiais com pistas de pouso e decolagem, entre outras instalações militares.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала